sexta-feira, 1 de fevereiro de 2008

CARNAVAL 2008 -"Tomara que chova...


... três dias sem parar
A minha grande mágoa é lá em casa não ter água
Nem pra se lavar..."
O tio do sábio, Facundes Henrique Cardoso, torce todo ano, para que chova copiosamente nos dias de carnaval. Aposentado que é, sua única companheira é a telinha da TV. A outra, aquela da aliança na mão esquerda, ele já desligou-a faz tempo. E porque tio Facundes tem tanto ódio?

Ele se lembra dos carnavais passados em que eram dedicados à folia, independente de sexo, cor, condição social e muito lança-perfume, sepentina e confete. As marchinhas carnavalescas foram abduzidas, os sambas restritos aos temas que as tais Escolas apresentam de forma piegas, quando não medíocres. É coisa pra inglês ver, como se dizia nos antigamentes. Bela a mineira de Belzonti matou a pau lembrando do samba de Paulinho da Viola: " tá legal , eu aceito o argumento, mas não me altere o samba tanto assim...." . O mais drástico é que os sambas de todas as Escolas tem a mesma "batida", a mesma música, só variando as letras que aliás se constituem em verdadeiras verdugas do vernáculo, salvo raríssimas "excreções".
Clara a musa da praia de Itacoatiara, em Niteroi, não vai concordar com isso. Não é novidade porque ela não concorda com nada mesmo. Agora a novidade: a Justiça deu liminar a um pedido da Associção Israelita impedindo que um carro desfilasse apresentando o tal holocausto dos judeus provocado pelo nazismo. Pelo nome, a juíza deve ser também judia. Foi até bem feito para a Escola, o que vem provar que samba, carnaval, festas populares de caráter de lazer e folguedos não se deve imiscuir com fatos históricos. Não que tenhamos que aplaudir a censura, mas pelo fato intrínsico. Querer fazer do carnaval uma página do Google é querer "pular o córguinho".

Sugestão ao tio Fagundes: Aceitar o convite da Bela, que se encontra nos comentários da postagem anterior, ir pra Belzonti comer pão de queijo, ou para Itacoatiara apreciar as suas belezas ou ainda em Rio Bonito- Botucatu, onde, dizem que a Clarice tem uma casa de campo.

10 comentários:

A Invisível disse...

Boa noite, El Narigon do Cerro Serrado!
Adorei o saudosismo de seu tio Fagundes.Mas se o rabugento.Ops* ilustre senhor, não quiser aceitar o convite para ir pro "caixaprego" durante a Folia de Reis. Ops*Folia dos reis do jogo do bicho. Ops tra veiz* Carnaval. Trouxe aqui mais uma opção para o moiçolo ancião, reviver seus dias de gloriosas marcinhas... putz...marchinhas.

http://www.youtube.com/watch?v=amcSJSp2xD0

Vale a pena conferir. Pois nada como o bom e velho (porém gostoso, talentoso, inteligente, carioca, tricolor das Laranjeiras, o "mácximo do mácximo", o absolutamente tudo. - sim, em minúsculas para não ofender ao Grande - O Dono da Feijoada Completa...Chico(ex)Severo da Marieta!!!

Vira aí de novo...
Beijunda!
Na sua e não, na do seu tio.rsrsrs

Clarice disse...

O meu amor........a casa de campo é pra vc se divertir, repousar ao barulho das águas, com o vento manso balançando a rede que vc adormece,com o pôr do sol a iluminar sua face,com as garças cantando e levando pelos bicos a comida de seus filhotes....e os peixes dourados a pular fora da água pra festejar sua presença....e pra encerrar ,a noite chega com o brilho da Lua e ao som dessa melodia que vc adora...New York
Abraços

clarice disse...

ops: isto que é carnaval..rss

Bela disse...

Querido Sábio

Num precisa pensar muito ... vc sabe que a mineira tem um denguinho todo especial ... e "pôr do sol" nas montanhas de Minas é ....hummm ...apaixonante ...

Bora pegá a istrada pra cá, uai !!

Beijin
Bela
PS: a Invisível tem "cara" de Requeri .... rsss...acertei?

IZA disse...

OLÁ MEU SÁBIO FRATERNO IRMÃO....ESTOU TE ESPERANDO PARA IRMOS NO CARNAVAL NO JUVENTOS...COMO QUANDO EU ERA PEQUENA ....BEIJOS

Blimunda disse...

Sr Sábio, não creio que aceite meu convite. Lisboa é boa . Mas ta muito longe da sua toca. Aqui não temos carnaval, mas temos coisas, que os patricios não conhecem rsrsrrs
Abraços da lisboeta
Blimunda

A Invisível disse...

Iza, não tenho a "cara" e nem outras "coisitas mas" de ninguém, a não ser, a minha mesmo. rsrsrs


Óh céus, kédi os deuses???? hehehe

A Invisível disse...

Não sou bem eu que confundo MAMBO com orangotango. kkkkkkkk
Confessa que vc gostou mesmo foi da Beijunda que te dei. hehehehe


Tem nada não...

Vira de novo! kkkk

PS. Legal vc ter aproveitado a dica, assim é mole ter e manter um blog atualizado, né? rsssss

Mais beijundas pra ti, El Narigon do Cerro Serrado! rssss

Décio disse...

Archimedes

Sorte todas as causas semelhantes(não conheço essa em particular,mas creio tenha sido julgada com sabedoria,vou buscar informações)serem julgadas por um juiz judeu pois se o fossem por um tão "sábio" quanto o senhor seriam dadas como perdidas.
Não me consta que o preconceito tenha passado a ser apanágio da qualidade de sábio.
Notei um evidente anti-semitismo em seu texto através de certos comentários escondidos por entre as frestas de assuntos aparentemente, lúdicos.
Moro e cumpro uma espécie de estágio como professor em Portugal e encontrei seu site quando buscava informações sobre escolas de samba. Deparei-me com um discurso repleto de intolerância racial nas entrelinhas.
Quanto ao "tal holocausto"(palavras suas)ao qual você faz referência foi a maior flagelação da humanidade e não é prerrogativa dos judeus, embora tenham sido eles os mais desumanamente atingidos.
Por tudo isso concluo que seu site seja um engodo para incautos e incultos.

Archimedes Carpentieri disse...

Sr. Decio
Como lusitano fácil me é entender que vossa senhoria confunde alhos com bugalhos. Se notar bem no meu artigo,(que não está entrelinhas e sim bem explicito), estou a concordar com a decisão da juíza que determinou a proibição da exibição do carro alegórico citado.
De modo que toda sua verborragia e preconceito contra meu blog fica inválido pela origem de sua infeliz interpretação.

Quanto a holocausto, caro senhor lusitano, lembro-lhe que seus patrícios financiaram e controlaram o tráfego de escravos no Brasil e de outras colônias portuguesas na Africa onde milhares de vítimas foram sacrificadas, a bem dos cofres dos índignos reis de sua pátria.

Você até pode concluir que este site seja lá o que julga, mesmo porque, pelo disparate registrado, V.S - no mínimo - deve ser um personagem das famosas piadas que cá contamos.