sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

ANUS NOVOS

COMEÇA HOJE O ANO
Fernando Pessoa

Nada começa: tudo continua.
Onde 'stamos, que vemos só passar?
O dia muda, lento, no amplo ar;
Múrmura, em sombras, flui a água nua.

Vêm de longe,
Só nosso vê-las teve começar.
Em cadeias do tempo e do lugar,
É abismo o começo e ausência.

Nenhum ano começa. É Eternidade!
Agora, sempre, a mesma eterna Idade,
Precipício de Deus sobre o momento.

Na curva do amplo céu o dia esfria,
Na água corre mais múrmura e sombria
E é tudo o mesmo: e verbo o pensamento.
***
Deus, ou não sei quem, fez o universo, dividiu em etapas, em tempo e espaço. O homem tentou fazer o download desse arquivo, mas conseguiu só partes. É muito pesado. Assim, nós ocidentais, comemoramos o ano novo em 01.01 - pelo calendário gregoriano, que desde sua criação, no século 16, se constitue num dos mais errados.

O calendário judaico, "Rosh Hashaná", baseado no surgimento de Adão na terra, que teria acontecido há 5768 anos, também não tem nenhuma conotação astrológica, científica.
A comunidade muçulmana não comemora o ano novo. Em seu calendário, estamos no ano de 1428. Contam-se os anos a partir da fuga de seu profeta, Maomé, de Meca para Medina.
Quase todas as civilizações antigas tinham seus calendários, tal como os Maias, cujos estudos astronômicos intrigram a ciência moderna.

Astrologicamente, o ano inicia-se em 20/21 de março. Também é o ciclo de Áries, o primeiro sígno do zodíaco, quando ocorre o Equinócio de Outono (para o Hemisfério Sul; de Primavera para o Hemisfério Norte), coincidindo com o momento em que o Sol chega a 0º (zero graus) de Áries. Esse momento marcante caracteriza-se por um interessante fenômeno astronômico (e simbólico): o dia e a noite têm exatamente a mesma duração (a palavra “equinócio” é oriunda de “aeque nocte” = “noite igual” ao dia).

Se medirmos diariamente os intervalos de tempo entre o nascer e o por do Sol, ao longo de um ano poderemos verificar que há apenas 2 dias em que o período noturno corresponde, quase exatamente, ao período diurno. São os Equinócios de Outono e de Primavera.
Essas duas estações têm início nesses dias. As outras duas, o inverno e o Verão, tem início nos Solstícios, quando a diferença entre o período do dia e da noite é máxima.

Apesar do movimento, espaço/tempo do universo independer do homem, prevalece em quase todas as nações o calendário gregoriano.

O Sábio graduado em astrologia na univesidade de Haward, no Cerrado do Xingu, após consultar os alfarrábios remanescentes da Lemúria, comentou:
"Se atentarmos para o fato que o tempo caminha pelas fases da lua, ou seja, pelos 7 dias da semana, deveríamos ter meses de 28 dias e não 30 ou 31. É um erro grosseiro. O ano teria então 13 meses de 28 dias, que soma 364 dias, acabando com essa história de ano bisexto. O 13º mês poderia ser denominado: trezenbro"

Ipsus factus est

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

JOGO POLÍTICO DE NX

Chegamos ao final do ano e de agora em diante, abre-se o cenário preparativo paras as eleições municipais de 2008.
Quatro pré-candidatos aparecem na mídia, nas conversas de botequim, nos encontros partidários: Dr. Ailton e José Campos, como opositores à atual administração; Gercino e Dr. Adelmo representando a posição, o eleitorado do prefeito.


O atual “jogo de Xadrez” está assim desenhado:

Peça I – Dr. Ailton – DEM = Pela primeira vez candidato nas últimas eleições, surpreendeu com uma expressiva votação, cuja diferença do vencedor, se fosse em termos de pesquisa, daria empate técnico. Evidente que foi também beneficiado pelos votos úteis, aqueles que engrossavam a oposição ao prefeito Robison. É um dos pioneiros da medicina de NX.
Qual o final feliz para Dr. Ailton? – Claro que seria ser ele o candidato único oposicionista, isso implicaria na desistência de Campos. Assim o bloco pazetista se dividiria entre Dr. Adelmo e Gercino, beneficiando-o

Peça II – Gercino –PTB = Goza de um bom prestígio como empresário e humanista, sempre auxiliando necessitados ao longo de muitos anos. É um peso forte em qualquer disputa para prefeito.
Final feliz para o Gercino: seria a desistência do Dr. Adelmo para enfrentar sozinho a oposição dos candidatos Campos e Ailton.

Peça III- Dr. Adelmo – PR - Conta com apoio do prefeito, (há quem duvide), o que representa um forte componente. Já foi vereador e presidente da Câmara. É um profissional respeitado no campo da medicina.
Final feliz para Adelmo = seria o Gercino não ser candidato. Assim enfrentaria Campos e Dr. Ailton, divididos na oposição.

Peça IV – Campos Sobrinho –PMDB - Apesar de nunca ter sido candidato é um hábil político. Bom articulador, conseguiu no decorrer do ano formar uma base apreciável de sustentação à sua candidatura, inclusive de outros partidos.
Final Feliz para Campos: seria a desistência do Dr. Ailton, para ser o único oposicionista enfrentando a posição pazetista dividida entre Adelmo e Gercino.

Este é um quadro racional, no entanto, política é a arte de surpreender, como no último lance, ocorrido no dia 21 passado, em que Gercino, acompanhado do suplente de Deputado Federal por NX, e campeão de votos local, Eduardo Moura, foram prestar apoio ao candidato Campos.

Pelo raciocínio lógico que acima enunciei, isto poderia beneficiar o Dr. Adelmo, que ficaria como candidato único da posição, dos pazetistas.

No entanto, há que se considerar que o apoio de Gercino e Moura representam um forte componente, capaz de abalar toda lógica política e beneficiar de forma contundente a candidatura de Campos.

Há um outro componente que também é viável e que viria aumentar as chances de Campos, que seria um entendimento dele com o Dr. Ailton, no sentido deste também apoiá-lo. Teríamos então apenas dois candidatos se defrontando: Adelmo com apoio do prefeito e Campos com apoio de Gercino, Eduardo Moura, Dr. Ailton e vários outros partidos que já se declararam, além, claro, dos votos da oposição à atual administração, que na última eleição municipal foram bem expressivos.

Vamos aguardar novos lances deste complicado jogo de xadrez político.




Foto: Gercino, Campos, Fernanda, Eduardo Moura e Édio Schwants, na residência "Verdes Campos" em 21/12/07 -

sábado, 22 de dezembro de 2007

Feliz Natal - Felices Pasquas - Fröhliche Weihnachten- Joyeux Nöel - Buon Natale - Merry Christmas a todos visitantes -


Agradeço aos amigos, amigas, internautas, do Brasil, Espanha, França, Suiça, Portugal, Alemanha, Grécia, Áustria, Bélgica, Croacia, Dinamarca, Eslováquia, Rússia, Itália, República Tcheca, Suécia, Turquia, Irlanda, Inglaterra, Irlanda do Norte,EUA, Canadá, México, Argentina, Chile, Venezuela, Peru, Uruguai, Paraguai, Colômbia, Cuba, Equador, Guatemala, Costa Rica, Panamá, Bolívia, Afeganistão, Arábia Saudita, India, Israel, Indonésia, Iraque, Japão, Jordânia, Libano, Malásia, China, Singapura, Timor Leste, Emirados Árabes, e demais humanos do planeta, que visitaram este blog, desejando-lhes muitas felicidades e um ótimo ano de 2008.

Alemão - Fröhliche Weihnachten
Espanhol - Felices Pasquas y Felices Ano Nuevo
Bélgica - Zalige Kertfeest
Bulgária - Tchestito Rojdestvo Hristovo, Tchestita Koleda
China - Sheng Tan Kuai Loh (mandarim)
Coréia - Sung Tan Chuk Ha
Croácia - Sretan Bozic
Dinamarca - Glaedelig Jul
Eslovênia - Srecen Bozic
Inglês - Merry Christmas
Finlândia - Hauskaa Joulua
França - Joyeux Noel
Grécia - Eftihismena Christougenna
Holanda - Hartelijke Kerstroeten
Indonésia - Selamati Hari Natal
Iraque - Idah Saidan Wa Sanah Jadidah
Irlanda - Nodlig mhaith chugnat
Itáliano -Buon Natale
Iuguslávia - Cestitamo Bozic
Japão - Shinnen omedeto. Kurisumasu Omedeto
Noruega - Gledelig Jul
País de Gales - Nadolig Llawen
Polônia - Boze Narodzenie
Romênia - Sarbatori vesele
Rússia - Hristos Razdajetsja
Suécia - God Jul
Vietnã- Chung Mung Giang Sinh

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

BISPO CAPPIO e a dieta franciscana

Di Caprio Tupininquim, dando dicas à Madonna Lacrimal sobre a dieta da luz.

As gordinhas que me perdõem. Agora não há mais motivos para se aventurarem em dietas múltiplas orgasmais, como a da lua, do agrotóxico, das estrelas de cinema e quetais. O bispo artista, a serviço talvez da WWF, uma ong sinistra, sustentada por multinacionais (tenho o dossiê dela...), provou que a dieta franciscana é eficiente. Emagreceu 8 quilos em 24 dias.

Essa dieta, no entanto, não é novidade. Alguns anos ago... uns esotéricos lançaram-na. Consiste em jejuar 21 dias. Nos primeiros 7 dias, com assistência de pessoas conhecedoras do método, na próxima semana, a vítima pode beber pequenas doses de água, já na terceira semana ela estará se adaptando para simplesmente não comer nada. Conheço uma mulher que aguentou 7 meses fazendo esse regime. Já era magra e quase desapareceu. Chegou a usar pijama de uma só listra, por falta de espaço físico. Quando estava de frente, parecia estar de lado e quando estava de lado, parecia que tinha ido embora.



Uma adepta do regime.







Tudo isso está cheirando um belo marketing da rede Globo. Lá mandaram a Madonna LELÉ TÍCIA, fazer contato não sexual com o bispo. Assim estabeleceriam um elo entre a notícia e a rede.

O presidente disse que o governo não vai ceder aos apelos de dom Cappio. E afirmou que, "se ceder, o Estado acaba". “Entre a greve de fome e os 12 milhões de nordestinos, eu fico com os 12 milhões”, disse Lula. Claro 12 milhões de criaturas, de mamando a caducando, representam, no mínimo, 8 milhões de votos. Deixou ainda um recado à igreja: “Todo mundo sabe que a Igreja Católica não se mete em questões técnicas”.
Severina Jupira Praxedes
também fez a dieta do bispo.
Além de emagrecer substancialmente
seu tamanho foi reduzido em 25 cm.



Pois é... o cinema americano tem o DiCaprio e Demi Moore, nós temos DomCappio e Lelé tícia, matutou o sábio.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

LETÍCIA SABATELLA - A CHORONA !


Cena I - Sabatella chorando


Cena II - Sabatella rindo


Cena III - Sabatella descontraída




Cena IV - Sabatella indignada.


Deu no G1 - Globo - "Por seis votos contra três, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (19) que o projeto de transposição do Rio São Francisco não deve ser paralisado. O STF negou recurso do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. A decisão é válida até o julgamento final da ação – sem data prevista. O procurador recorreu à mais alta corte do país pedindo a imediata suspensão das obras para que fossem elaborados estudos de impacto ambiental. E que fosse suspensa, também, a licença prévia concedida pelo Ibama para dar início ao projeto. Antonio Fernando alegou que não foram cumpridas todas as exigências para a liberação das obras - como a realização de audiências públicas antes da concessão da licença ..." http://g1.globo.com/Noticias/Politica/0,,MUL233624-5601,00-GOVERNO+REJEITA+PROPOSTA+DE+SUSPENDER+OBRAS+DO+RIO+SAO+FRANCISCO.html

Além do bispo troncha, que pela segunda vez está fazendo greve de fome, (durante o dia e repastando vitelas e filés à noite), ao invés de cuidar de seu rebanho de fiéis, agora a atriz piegas novelal global que só sabe chorar. A bonitinha chorona sabe o que sobre o projeto? Claro, precisa aparecer. Nisso ela é boa, a Globo também, claro !!!
Já o bispo deveria se preocupar com as constantes acusações de pedofilia de que são alvos alguns padres.
O Sábio vai aproveitar a onda sanfranciscana, para pedir um braço do rio passando no cerrado onde ele se esconde. Se não for atendido, segundo relatou, vai fazer greve de comida até se empanturrar.

sábado, 15 de dezembro de 2007

DROGAS - ESPORTE - LUZES



Ryan Gracie - Ri de que?

No final dos anos 50, Hélio Gracie introduziu o Jiu-Jitsu, uma luta de origem japonesa, no Brasil. Hélio era uma espécie de Pelé. Foi campeão mundial e era bem badalado. Fez de seus filhos, sobrinhos, netos, lutadores e muitos deles campeões. Hoje temos a notícia da morte de Ryan por uso de drogas.
Segundo a policia apurou, o lutador, cinco vezes vencedor do Pride, um dos mais importantes torneios de artes marciais do mundo, quando preso ontem, por roubo e tentativa de morte estava drogado. O atleta tinha consumido cocaína, maconha e uma mistura que pode ser cocaína ou crack e também que fez uso de narcóticos. Na delegacia, foi medicado com Haldol injetável, duas ampolas de Fenergan, dois comprimidos de Topamax, dois comprimidos de Dienpax e um OmniPlex. Fica a dúvida: foram os entorpecentes ou os medicamentos que o mataram? Nem São Pedro irá poder dar tal diagnóstico...http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL221550-5605,00.html

Por outro lado, inúmeros casos de dopping estão sendo revelados em atletas em todos os países. Desde uso de drogas para musculação nas academias, até no atletismo olímpico. tornaram-se um lugar comum nos noticiários. Incluem-se nesse painel luminoso, as cirurgias para retiradas de banhas barrigais, coxais, pneus, seios e outros adereços das madames, além dos regimes faquirísticos da moçoilas que sonham ser cabo de vassoura para ganhar as passarelas da moda de viola, tonico-tonicando anorexiamente, como lílébulas flutuantes atraídas pela luz dos gaylofotes.

A mídia BBBestial hodierna incita os jovens aos 15 minutos de fama. Trocam uma boa leitura por horas perdidas nas academias, substituem o Biotônico Fontoura por anabolizantes, açúcar por cocaína, cigarro hollyood por crack, feijoada por matinhos e alpiste, hi-fi (crush + wodka) por extasy e etecetera e tal.


O Sábio que já vive dopado pelo oxigênio do cerrado, alertou= "Não alarmai-vos por tal deteriorização, sempre há uma luz no fundo do poço. Se atirai-vos no poço e olhardes para cima, vereis que tenho razão e se estivéreis bem zuados, vereis o semblante de Bush sorrindo em meio a tanta luminosidade"

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

CPMF E A OPOSIÇÃO BURRA E REVANCHISTA

Arthur Virgílio (AM), José Agripino (RN), Kátia Abreu (TO), Álvaro Dias (PR) e outros fora da foto, como Heráclito Fortes (PI) Flexa Ribeiro (PA), Papaleo Paes (AP), Demóstecles Torres (GO), Mão Santa (PI) e Lúcia Vânia (GO) formaram a "tropa de choque" no senado, para derrubar a CPMF.

O Senado Federal, segundo sucessivos pronunciamentos da maioria dos senadores, encontra-se de joelhos ante à opinião pública. São palavras deles! Escândalos, tráfico de influência, demagogia e outras "cositas mas", colocaram a instituição nesta posição.

A oposição ao governo Lula, tem demonstrado sua incompetência e falta-lhe discurso ou esvaziou-se com o relativo sucesso econômico e alguns avanços na área social do governo.
Diante deste quadro, a oposição (leia-se DEM, ex PFL, ex PDS, ex ARENA - partido que sustentava a ditadura militar - e o PSDB), gasta litros de saliva diariamente no Congresso, como alternativa à sobrevivência, mesmo que espúria e retrógrada.

Claro que a prorrogação da CPMF caiu no colo dos oposicionistas como presente de natal. Acreditando no QUANTO PIOR, MELHOR, fazem gestões para dificultar as ações governamentais, muitas vezes irresponsáveis e personalistas.

Justo é a oposicionar-se. A democracia se fortalece nisso. No entanto, fazer oposição pela oposição é no mínimo demagogia barata.

Se há que lamentar dessa tropa de choque inconseqüente, há também que se regozijar com o posicionamento de senadores oposicionistas como Cristovam Buarque, Pedro Simon e Jefferson Peres, que discutem idéias e não interesses pessoais. Estes, apesar de sérios críticos do governo, votaram pela manutenção da CPMF.

O Estado brasileiro é pródigo em impostos, mas não há vontade política de aprovar a tal aclamada reforma tributária e a CPMF é, em relação aos demais impostos, uma taxa que melhora a redistribuição de renda e auxilia de forma direta os Estados e municípios, na área de saúde, previdência e bolsa família, além de ser um empecilho à sonegação fiscal, principalmente das grandes empresas.

A oposição ganhou uma batalha, mas certamente perderá a guerra nas eleições futuras, pois carregará o estigma de procurar estabelecer a desgovernabilidade. A situação, naturalmente irá promover a difusão da idéia que ela, a oposição, é contra o pobre e os necessitados, além de lançar sobre os ombros do DEM e PSDB, toda e qualquer dificuldade ou insucesso do governo.

Só para registro: a CPMF foi criada no governo do PSDB (FHC), inicialmente com a taxas de 0,25%, passando aos atuais 0,38% e sendo redirecionada partes da arrecadação para a previdência e programas sociais (bolsa-escola), com o apoio do então PFL, atual DEM e do PSDB, que hoje são contra, assim como os PT, que era contra essa taxa no governo FHC, hoje é a favor.
Já o IBOPE, revela hoje aumento da aprovação do governo Lula, em pesquisa realizada nesta semana e o PIB em relação ao ano passado, subiu 5,7%.

QUEM VIVER VERÁ !!

terça-feira, 11 de dezembro de 2007

PAPA BENTO XVI - Onde o Sr. Estava?

A verdade sobre a relação da Igreja com os regimes ditatoriais na Europa, nos anos 20, 30 e 40, é desconhecida pela maioria. O regime nazista da Alemanha de Hitler, o fascismo sob a autoridade de Mussolini na Itália e de Franco na Espanha, como também a ditadura portuguesa salazarista, foram apoiadas pela maioria cristã. Nas ditadutas da Eslováquia e da Croácia, estabeleceram regimes clero-fascista.

Foto do então cardeal Pacelli, que mais tarde seria o papa Pio XII, em 1933, quando era secretário de Estado do Vaticano, firmando acordos com o governo Alemão. Em pé, à direita, vê-se o então prelado do Vaticano Montini, quer viria ser o papa Paulo VI. (Fotografía contemporanea, siglo XX [AA])

Eugenio Pacelli, Papa Pio XII de 1939 a 1958. Diplomático brilhante, político astuto, foi designado Núncio Papal na Alemanha em 1920, sendo o primeiro núncio neste país desde o século XVI. Muitos historiadores consideram sua ajuda, fundamental para Hitler chegar ao poder. Personagem destacado no século XX, transforma o Vaticano em um intrumento político global. Sua posição anticomunista era clara e assim se transforma num dos principais instigadores da Guerra Fría. (solialismo x capitalismo).

Em 20 de Abril de 1939, o arcebispo Cesare Orsenigo, nuncio Papal em Berlin, celebra o aniversário de Hitler. Essas celebrações iniciadas pelo Papa Pio XII, se transformaram em tradição, comemoradas por seguidos anos, todo dia 20 de abril.







Religiosas cristãs junto aos nazistas, na cerimônia da investidura deLudwig Muller como bispo da Igreja do Reich. Muller defendia o conceito de "uma poderosa Igreja Cristã que se unirá todo povo alemão"
Foto=
Museum of Tolerance




Em setembro de 1933. os Diáconos Alemães Protestantes se reuniram em Hamburgo para celebrar o centenário de sua associação. Um Pastor Protestante discursou sobre o tema: "Diaconismo como ataque":
"Todo isto é diaconismo protestante: serviço e luta. Nós damos boas vindas a todos vocês como a SA de Jesus Cristo e a SS da Igreja, vocês bravos...(lutadores) da necessidade, miséria desespero e negligência"
Depois da guerra, a suástica foi retirada da maioria das fotos. Poucos não foram alteradas como essa. (Fotografía Contemporánea, siglo XX ) (SS e SA, eram os corpos do serviço secreto nazista, os mais terríveis)


Fotos- soldados alemães em cerimônias cristãs.

A primeira de origem da:
Die Jugend Des Fuhrers Adolf Hitler: Bildbuch uber die grossdeutsche Jugend, 1942
(A juventude do Fuhrer Adolfo Hilter: Livro de fotos da juventude alemã) A segunda foto de: Das Braune Heer: mit einem geleitwort von Adolf Hitler (O exército Pardo: com prólogo de Adolfo Hitler)


Heil Hitler
Sacerdotes fazendo a saudação nazista em um encontro da juventude católica no estádio de Berlin-Neukolln em agosto de 1933.
Fonte:
A Moral Reckoning: The Role of the Catholic Church in the Holocaust and Its Unfulfilled Duty of Repair by Daniel Jonah Goldhagen




Hitler saúda o Muller el "O bispo do Reich" e Abbot Schachleitner








Capa da revista Cristã alemã, Abril 1939
Nesta época, a maioria dos crimes nazistas já haviam sido cometidos. Comunistas, democratas, homosexuais e outros já haviam sido aprisionados em campos de concentração e as vergonhosas leis racistas, antijudias de Nuremberg já haviam sido introduzidas desde 1935. A Alemanha já havia anexado a Áustria em 1938, e a Checoslovaquia em março de 1939.
Tradução da capa:
Imprensa de Diáconos Alemães
REVISTA DE DIACONOS MASCULINOS - Orgão Oficial dos Diáconos Alemães - Um é tu Senhor, Cristo, mas todos vocês são humanos.
Ano 25- - Abril 1939 - - Nº 4 - abaixo da foto: Heil Führer de todos os Alemães.

Após as tropas alemãs ocuparem parte da Yugoslavia, soldados fanáticos católicos sob a liderança de Ante Paveliç, invadiram a vizinha Croacia. Estes rebeldes cristãos eram os USTASHI. Impuseram um regime de terror comparável aos nazistas. Todas as religiões, exceto o Catolicismo Romano, eram perseguidas, a maioria era levada a campos de concentração.


Esta é a entrada de um dos campos de concentração que os Ustashi construiram por todo seu país. Em Jasenovac, o mais notório, sob o comando de um frade Franciscano chamado Filipovic, apelidado de "Irmão Morte", atrocidades somente comparáveis a Auschwitz foram ali praticadas. Como os Nazistas, os Ustashi queimavam suas vítimas em fornos de olarias, transformadas em campo de concentração, como em Jasenovac. A diferença é que os nazistas matavam os prisioneiros e depois os queimavam e os Ustashis colocavam as vítimas vivas dentro dos fornos.

Quando era evidente que Alemanha e seus aliados perderiam a Segunda Guerra Mundial, esforços desesperados foram feitos para apagar as pistas das atrocidades. As valas comuns onde eram enterrados os corpos, foram abertas, os corpos eram moidos em betoneiras e os restos jogados nos rios. Os prisioneiros eram obrigados a fazer esse serviço sujo. Um desses 3 judeus que aparece na foto, justamente a fazer este trabalho, reconheceu o cadáver de sua esposa entre tantos outros.
#
Estes atos vergonhosos para a raça humana, fazem parte do passado que não queremos ver repetir. A própria igreja católica tomou outros rumos. Ainda na década de 60, havia um sentimento anticomunista radical da Santa Sé. A Igreja Católica apoiou as ditaduras militares na Argentina e no Brasil por esse motivo e durante a vigência desses estados totalitários, a Igreja tomou outra direção. Padres brasileiros tornaram-se socialistas. Muitos deram guarida aos militantes da resistência à ditadura, outros organizaram manifestações públicas contra o autoritarismo. Dom Helder Câmara, talvez o mais brilhante católico brasileiro de todos os tempos, teve uma atuação dígna de cristão fiel à causa humanitária em toda essa trajetória.
Por isso e por mais argumentos faustos que o atual Papa Bento XVI, fez uma encíclica extemporânea e infeliz.
Extemporânea porque o mundo mudou, infeliz porque lança todo pensamento cristão num embate desnecessário e pueril para nossa época.
#
O Sábio ponderou= "Toda ação, ou pensamento voltado para o passado é, no mínimo múltiplo comum brochante"

sábado, 8 de dezembro de 2007

PAPA BENTO XVI - MAIS POR FORA QUE UMBIGO EM COPACABANA

Joseph Alois Ratzing

No curto período de papado, Bento XVI, está conseguindo destruir o trabalho que seus antecessores realizaram, à custo de muita saliva e trabalho.

O Vaticano publicou em 10 de julho, um documento afirmando que a Igreja Católica é, sempre foi e será a única igreja de Cristo. Foi mais longe afirmando que: somente a Igreja Católica dispõe de todos os meios de salvação e de que, fora dela, existem apenas comunidades eclesiais”.
Isso irritou as demais religiões cristãs e provocou um mal estar nos ecumênicos, mesmo dentro do catolicismo apostólico romano. Claro que outras religiões não cristãs também se sentiram ofendidas, pois todas elas tem como dogma a SALVAÇÃO.

No Brasil, considerado o país mais católico do mundo, repercutiu pior, eis que, além do mito do catolicismo como religião fundamental, os brasileiros têm um espírito pluralista, Ao mesmo tempo em que vão a missas, freqüentam pais e mães de santo , Igreja kardecista e outras seitas também. É uma realidade que na Europa é desconhecida, mas não deveria ser pelo Vaticano.

Segundo Ettore Masina, especialista em assuntos do Vaticano, os discursos do papa demonstraram que ele não consegue entender o pluralismo religioso existente no Brasil e o conceito mais abrangente de família, além de não reconhecer o processo sangrento que marcou o início da evangelização na América Latina.
Bento XVI começou dizendo que o Brasil nasceu cristão e terminou afirmando que nunca existiu um ataque à cultura pré-colombiana na América Latina. A história do genocídio dos indígenas parece completamente desconhecida por ele.
No mínimo não conhece ou faz por não conhecer a HISTÓRIA, ou não considera humanos os povos pré-cabralinos, os nossos índios.

O decano da Igreja Evangélica Luterana Holgel Milkau afirma que o documento oficial da Santa Sé é presunçoso e só traz desilusão. "Daqui para frente, devemos nos perguntar de que maneira podemos ver a Igreja Católica como um parceiro interessado em seguir com o discurso ecumênico", assinalou..

Segundo o secretário do Discatério da Igreja Ortodoxa de Moscou, padre Igor Viszhanov, é impossível concordar com uma
"posição ultrapassada da Igreja Católica,
a mesma que provocou o cisma ortodoxo em 1054".

Em declaração ao jornal italiano La Repubblica, o bispo ortodoxo Abdel Massih Bassit disse que a declaração vaticana não ajuda o diálogo. Ele pediu ao papa Bento 16 que "SE LEVANTE DO COMA" em que se encontra.

O atual papa conseguiu uma unanimidade contra si próprio e as suas ações estão sendo avaliadas como retrógradas, até pela ala progressista da igreja católica.

Mas a ousadia que cheira a Terceiro Reich, do papa, não fica nisso. Agora lançou uma encíclica intitulada Spe Salvi (Salvos Graças à Esperança), onde desce o pau no Socialismo, creditando a esta ideologia todo o componente do ATEÍSMO.
De acordo com o papa, o ateísmo dos séculos 19 e 20 é um protesto "compreensível" contra Deus "diante do sofrimento deste mundo".
Cita outro notório ateu, o pai do comunismo, o pensador alemão Karl Marx, que "
não falhou só ao deixar de idealizar os ordenamentos necessários para o mundo novo".
"O seu erro situa-se numa profundidade maior. Ele esqueceu que o homem permanece sempre homem. Esqueceu o homem e a sua liberdade. Esqueceu que a liberdade permanece sempre liberdade, inclusive para o mal".

Ora senhor papa.... por acaso a igreja católica lembrou-se do HOMEM E SUA LIBERDADE durante os mil anos que durou a Idade Média, séculos em que essa igreja e a nobreza escravizaram o povo europeu com o sistema feudal ?
Que moral tem a igreja ao falar de liberdade, quando detinha 1/3 das propriedades, subjugando o povo a um regime de SERVIDÃO, muito próximo à escravidão. Além de possuir o poder político, que corresponderiam atualmente ao executivo e ao legislativo, arvorou-se em poder judiciário das nações, criando o tribunal da Santa Inquisição, onde milhares de inocentes foram torturados, assassinados, sacrificados, inclusive Joana D´Arc queimada numa fogueira, tal como, cientistas, pensadores, humanistas e tantos outros?

E na América? Principalmente a Espanhola, cujos padres acompanharam apoiando os facínoras Francisco Pizarro, Almagro, Cortès e outros trombadões na destruição satânica dos impérios dos Incas, Maias, Astecas, Mixtecas, Zapotecas, Olmecas e demais aborígines sul americanos, com resquícios de crueldade anticristã, com crimes de lesa-humanidade?.

O Papa João Paulo II pelo menos foi mais humilde, reconheceu os crimes da igreja praticados na Idade Média e na América e pediu perdão. Já o papa Joseph Alois Ratzing, (mais atrapalhado que aquele ratinho da década de 60, o Topo Gigio), é imponente, intolerante. Seria uma recorrência a seus tempos gloriosos no Terceiro Reich hitleriano?

Mas isso é assunto para uma outra postagem, onde será enfocado os indícios da ligação da igreja católica alemã com o nazismo.
O Sábio do Cerrado, durante a visita do papa ao Brasil, ocultou-se numa cidade subterrânea atlante, sob a serra do Roncador onde permaneceu em estado meditabundo-paranishipânico.

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

MERCEDES SOSA - A ALMA AMERICANA

Existem artistas e intérpretes. Os primeiros reproduzem a alma, os sentimentos de um povo, de uma causa, de valores universais, os intérpretes apenas executam de forma agradável uma forma de arte.
Mercedes é a alma americana dos colonizados.
.
Castro Alves foi a alma da aspiração de liberdade dos negros. Para mim o maior poeta da lingua portuguesa. Reconheço o talento e a grandiosidade de Fernando Pessoa, de Camões, de Menoti del Pichia e tantos outros, mas ninguém assumiu uma causa como Castro Alves. Assim comparo a obra de Mercedes Sosa. Ela rompe os limites do artista para ousar vôos além da beleza e diletantismo. Mercedes guerrilheira, Mercedes, a Guevara da voz.

.
HAYDÉE MERCEDES SOSA nasceu em San Miguel de Tucumán - Argentina, em 9 de julio de 1935, em um lugar humilde. Em 195o ganhou um concurso de música e iniciou sua carreira tumultuada, focada sempre no folclore dos povos latinos (ou pré-latinos, como deveriam ser denominado os povos pré-colombianos e pré-cabralinos).
.
Na década de 60 seu primeiro disco: Canciones con fundamento. A partir desse uma série de outros como: Romance de la muerte de Juan Lavalle, Palomita del valle, Yo no canto por cantar, e uma dezena de canções antológicas como: Canción del derrumbe indio, Canción para mi América, Chayita del vidalero, Los inundados, Zamba para no morir, Tonada de Manuel Rodríguez, Zamba al zafrero, Hermano, entre outros. (pelos títulos percebe-se a obra)
.

No final da década de 60, La Negra, como é alcunhada, ganhou admiradores nos países europeus e em todo continente americano. Foi considerada A VOZ DA ARGENTINA. A partir de 1970, Mercedes teve um papel fundamental na conturbada situação política da Argentina. Passa então a cantar músicas de cunho político e social como: El Grito de la Tierra, La voz de Mercedes Sosa, Homaje a Violeta Parra, Hasta la victoria, Cantata Sudamericana.
.


Com a Argentina sob uma ditadura militar, La Negra, foi proibida de cantar e ela acabou se exilando na Espanha. Sua voz, porém não se calou e gravou: Trago un pueblo em mi voz, A que florezca mi pueblo

Regressando à pátria em 1982, Mercedes percorre todo continente americano. Esteve no Brasil onde gravou "Gente Humilde". En 1988 gravou "Amigos Meus", cantando com Milton Nascimento, Pablo Milanés, Teresa Parodi, Charly García, Fito Páez e Raimundo Fagner, entre outros. Durante esta caminhada, Mercedes ganhou prêmios e condecorações em quase todos países importantes da Europa e América, prncipalmente na França com a medalha de Comendadora das letras e artes.
.
Vale a pena visitar o site oficial dessa cantora, com suas músicas, biografia. É só cutucar aqui = www.mercedessosa.com.ar. Aqui no meu blog você também poderá ouvir alguns vídeos, ali à direita.
.
O Sábio, depois de ouvir La Negra, fez uma fogueira com as músicas de Chitonzinho & Cia e bradou: "Viva los pueblos colonizados de la América"!

segunda-feira, 3 de dezembro de 2007

HUGO CHÀVEZ - CONTINUA LINDO...

Os abutres capitalistas amanheceram nesta segunda-feira mais satisfeitos que os anticorinthianos. A impresa mundial, denotadamente judeu-capitalista, destacou o resultado do plebiscito na Venezuela em que ganhou os partidários da não mudança na constituição, no sentido de dar mais poderes ao presidente, com uma euforia digna de quem vence um campeonato mundial de futebol.

Hugo Chàvez tem sido um espinho encravado na garganta dos americanos, tal como Fidel Castro desde 1959. Ele é a atual barreira para o sonho dos EUA de implantar a ALCA, um mercado comum das américas, a exemplo do mercado comum europeu e desta forma detonar o Mercosul, acabando com o esforço de décadas dos países que dele fazem parte. A ALCA se implantada, com a participação de todos países da América, seria como colocar uma raposa para tomar conta do galinheiro. Uma raposa busheana. Quase todos países latino-americanos tem consciência disso, tanto é que a resistência às pretensões americanas são visíveis.
A imprensa elitista gasta toneladas de tinta e papel, para induzir a opinião pública mundial que Chàvez é um perigo, um ditador, uma ameaça à democracia. Ao que consta ele foi sempre eleito democraticamente da mesma forma que conduziu o plebiscito.

Os discursos no senado brasileiro foram eufóricos por parte dos beócios do DEM, (ex-PFL, ex- PDS, ex ARENA, que era o partido da ditadura militar) e também do PSDB. Figuras decorativas e ultrapassadas como os senadores Artur Virgílio, Mão Santa, Álvaro Dias, Heráclito Fortes, Papaleo Paes, Tarso Jereissati, Demóstenes Torres e o demagogo José Agripino, se revezam na tribuna do Senado para tão somente descer o cacete no atual governo. Assisto quase sempre pela TV Senado os debates e até hoje não me recordo algum discurso desses citados apresentando soluções ou leis que possam beneficiar o povo brasileiro. É só oposição pela oposição, dentro dos princípios excusos do QUANTO PIOR MELHOR. Inconformados pelo relativo sucesso do governo Lula, a oposição se agarra a tudo que possa respingar no governo brasileiro. Seria um desespero às vistas das próxima eleição presidencial?

Hugo perdeu uma batalha, mas não a guerra. Convenhamos que não é fácil enfrentar a máquina capitalista que detém os meios de comunicação e o controle da economia do mundo. Não é fácil romper a formação política imposta ao povo pelos colonizadores na América, onde se pontua os INGÊNUOS e DESPREPARADOS, que beijam a chibata que os açoitam.

A elite brasileira ainda tem esse ranço. Preferem ficar de quatro ante os poderosos para subsistir com suas mordomias, tendo o apoio de uma classe média despolitizada, "oba-oba", que assinam qualquer papel timbrado com a logomarca da águia americana, ou babando sobre uma manchete de jornal reacionário, tradicionalista, sustentado pela máquina capitalista. São os que se acham importantes pelo agraciamento de se alimentarem com as migalhas que caem do banquete imperialista.

Opinião do Sábio = "Hugo perdeu uns 2 cm na queda de braço do plebiscito, mas continua entortando os poderosos braços do Golias."

sábado, 1 de dezembro de 2007

JABOR RECIDO

Jabor atacou hoje, no Jornal da Noite do patrão, o presidente Lula. Como ele tenta ser engraçado, disse que Lula tem duas bocas: uma que fala contra a elite quando está entre pobres e outra que não ataca os ricos quando está junto à elite.
.
Claro que Jabor tem razão, mas ele não é a pessoa mais apropriada a essas observações. O jornalista de formação ideológica socialista, ou pelo menos assim se passava, agora é peão da organização Roberto Marinho, que representa a elite mais caricata desta república de Macunaimas, de heróis sem caráter. Quando Jabor aponta seus longos 10 dedos em direção ao seu desafeto Lula, outros 10 dedos apontam para sí mesmo, ou seja, se Lula tem 2 bocas, Jabor tem 4 mãos.
.
Jabor já foi mais inteligente. Agora parece aqueles mágicos de circo cujos truques o povo da arquibancada conhece. Então ele parte pra ser o palhaço, porque palhaço sempre tem feed back. Palhaço pode contar uma velha piada e ainda ser aplaudido.

Jabor é nostálgico. Vive a época que a mídia focava a intelectualidade nos botecos de Copacabana, como se os neurônios da pátria estivessem ali condensados. O mundo mudou, globalizou-se, internetilizou-se e Jabor, tal como João Batista, o JABORTI é a VOX CLAMANTIS IN DESERTUS.

quinta-feira, 29 de novembro de 2007

FALANDO NISSO...

Uma mulher que não quis se identificar, ao ser abordada "gentilmente" por um larápio que lhe puxou a bolsa, (logo a bolsa, cofre dos mais secretos e valiosos da mulher), se agarrou com o ladrão e foram aos tapas, com direito a rolagem na calçada e tudo o mais, até que os vizinhos vieram a seu auxílio e detiveram o azarado que foi preso em flagrante pela polícia 10 minutos depois.
.
Ela é estudante e gerente de vendas, no auge de seus 40 anos de idade. O fato deu-se em Vigário Geral, no Rio de Janeiro. Note na foto, que ela ralou os joelhos e estragou a calça jeans. Note também os músculos das belas pernas terminando com delicados pés. Tadinho do bandido...
.
O Ministério do Sábio do Cerrado adverte: "Nunca vá na onda dos gays que querem padronizar a mulher tipo CABIDE DE PASSARELA. Já pensou se a assaltada fosse uma passarelabunda tipo Gisele Bicha en ? . Boiola odeia mulher!!!"

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

VOCÊ JA FOI ASSALTADO HOJE?


O diretor de normas do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, disse nesta terça-feira (27), em Brasília, que o governo vai criar regras para a correção das tarifas bancárias no Brasil. Desta forma, o aumento das tarifas não poderá ser determinado livremente pelos bancos, como ocorre atualmente.
.
Só isso não basta. As abusivas taxas bancárias, concorrem para os bilhões, (BILHÕES) de lucros semestrais que os principais bancos brasileiros auferem. É um assalto legalizado e com chancela do Banco Central.
.
Imaginou-se, (a gente sempre tem esse direito), que o governo do quase socialista LULA, iria meter o pé na porta de segurança dos bancos e queimar aquelas tabelas de taxas de serviços, tal como as célebres fogueiras da Idade Média, assistidas pela plebe em praça pública.
.
Imaginou-se também, no início do plano real, que os Bancos iriam ter seus lucros reduzidos, visto que a inflação foi detida e eles não mais ganhariam seus bilhões pela desvalorização dos depósitos que dormiam nas contas correntes dos clientes.
.
Os banqueiros, no entanto, mostraram-se capazes de tirar leite de pedras. Atualmente, ganham mais que no período inflacionário, coisa que nenhum economista do mundo poderia prever. E ganham às nossas custas, com o beneplácido do Banco Central, que neste caso, está mais para o banco da "Praça é Nossa", aquele programa babaca do SBT.
.
Talvez porisso, quando assistimos a um filme onde há um assalto à banco, geralmente torcemos para os bandidos !
.
Há um episódio até cômico se não fosse trágico: Quando começaram os assaltos à bancos, na década de 60, muitos funcionários do BRADESCO, tentando salvar a grana do patrão, enfrentavam os bandidos e alguns morriam. Foi preciso que o presidente do banco, AMADOR AGUIAR, baixasse uma norma proibindo esses atos heróicos e puxa-saquísticos. Não que o Amador fosse bonzinho, humanitário, nada disso! É que naquele tempo, a mídia noticiava os assaltos, mesmo porque não eram tantos e o respeitável senhor banqueiro, tinha por dever de mídia, comparecer aos funerais. Isso, claro, desvirtuava seu laborioso trabalho de somar seus lucros.
.
O sábio, aproveitando que a bola está na marca do penalti, recomenda = "Nunca passe na calçada em frente a seu banco. O gerente pode reconhecê-lo e debitar o desgaste da calçada em sua conta."

domingo, 25 de novembro de 2007

MACACUS SAPIENS

Do amigo do Sábio

Há bilhões de galáxias no universo observável e cada uma dessas galáxias possue bilhões de estrelas.
Em uma dessas estrelas há um planeta azul.
Esse planeta é governado por um bando de macacos.
Eles nem sequer pensam em si mesmos como animais.
De fato eles adoram listar todas as coisas que pensam separá-los dos animais
Polegares opositores
Autoconsciência
Eles usam palavras como “homo sapiens” homo erectus, austrolapithecus
Eles são macacos.
Macacos com tecnologia de fibra ótica digital de alta velocidade
Mas ainda são macacos !
Quero dizer, eles são expertos, Nós temos que admitir isso
As pirâmides, os arranha-céus, os jatos, a grande muralha da China. Isto é tudo muito impressionante para um bando de macacos.
Macacos cujos cérebros evoluíram para um tamanho tão ingovernável, que agora é impossível para eles ficarem felizes por muito tempo.
Na verdade eles são os únicos animais que pensam que deveriam ser felizes. Todos os outros animais podem simplesmente ser, mas não é tão simples para os macacos, pois os macacos são amaldiçoados com a consciência e assim os macacos têm medo.
Os macacos se preocupam.
Os macacos se preocupam com tudo, mas acima de tudo com o que todos os outros macacos pensam, porque os macacos querem desesperadamente se encaixar com outros macacos, o que é bem difícil, porque a maior parte deles se odeia.
Isto é o que realmente os separa de outros animais. Estes macacos se odeiam !
Eles odeiam macacos que são um pouco diferentes
Odeiam macacos de lugares diferentes, odeiam macacos de cores diferentes. Alguns macacos colocam na jaula outros macacos.
Sabe, os macacos se sentem sozinhos. Todos os 6 bilhões deles.
Alguns macacos pagam para outros macacos ouvir seus problemas .
Macacos querem respostas.
Os macacos sabem que vão morrer, então os macacos fazem deuses e os adoram. Então os macacos começam a discutir quem fez o deus melhor. Muitos se matam por isso.
Os macacos ficam irritados e é quando os macacos decidem que é uma boa hora de começar a matar uns aos outros.
Então os macacos fazem guerra.
Os macacos fazem bombas de hidrogênio
Os macacos tem o planeta inteiro preparado para explodir.
Macacos não sabem o que fazer.
Alguns dos macacos tocam e cantam para uma multidão vendida de outros macacos.
Macacos fazem troféus e então eles os dão para si mesmos como se isso significasse algo.
Alguns macacos acham que sabem de tudo
Alguns macacos lêem filósofos. Macacos discutem pensadores, sem qualquer consideração ao fato de que esses filósofos são só outros macacos.
Macacos fazem planos. Macacos se apaixonam.
Macacos fazem sexo. E então fazem mais macacos.
Macacos fazem música. E então os macacos dançam.
Dancem, macacos, dancem !!!
Os macacos fazem muito barulho.
Os macacos tem tanto potencial, se eles pelo menos se dedicassem...
Os macacos raspam os pêlos de seus corpos, numa ostensiva negação de sua verdadeira natureza de macaco.
Os macacos constroem gigantescas colméias de macacos, que eles chamam de cidades.
Os macacos desenham uma enorme quantidade de linhas imaginárias na Terra que chamam de nações.
Macacos impedem que outros macacos passem dessas linhas
Os macacos estão ficando sem petróleo que alimenta sua precária civilização. Vão ficar sem água porque poluem a que existe.
Os macacos estão poluindo e saqueando seu planeta, como se não houvesse o futuro.
Macacos estão esquentando o planeta todo dia
Os macacos gostam de fingir que está tudo bem.
Alguns dos macacos acreditam que o universo inteiro foi feito para eles.
Como pode-se verificar, esses macacos são muito atrapalhados.
Esses macacos, são ao mesmo tempo, as mais feias e mais belas criaturas do planeta.
E os macacos não querem ser macacos. Eles querem ser outra coisa, mas não são.

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

HERANÇA DA DITADURA


ANA LÍDIA

Ana Lídia Braga, 7 anos, foi deixada pelos pais no pátio do colégio Madre Carmem Salles, em Brasília, na tarde do dia 11/09/1973. O jardineiro do colégio viu quando ela e um rapaz loiro, alto, saíram pelo portão lateral. Ana Lídia desapareceu. Por volta de meio-dia do dia seguinte, ela foi encontrada morta no terreno da universidade. Seu corpo estava nu. O rosto, enterrado na terra. As escoriações e manchas roxas indicavam que ela havia sido arrastada pelo cascalho. A perícia apontou a causa da morte como asfixia, e constatou que o assassino mantivera relações sexuais com o cadáver de Ana Lídia, Seus cabelos loiros foram cortados de forma irregular, bem rente ao couro cabeludo, e estavam espalhados pela terra no local do crime. O irmão dela, Alvaro Henrique Braga e um conhecido da família, Raimundo Lacerda Duque, foram acusados do crime na época, mas acabaram absolvidos por falta de provas. Nomes de filhos de pessoas influentes na sociedade de Brasília foram citados no inquérito, mas estranhamente eles não foram investigados. O seqüestro e assassinato da menina Ana Lídia ocorreram em plena ditadura militar, durante o governo do Presidente Médici. Sem que os culpados fossem encontrados, o Caso Ana Lídia se tornou símbolo da impunidade em Brasília. O mistério que envolve o assassinato da menina só aumentou com o passar dos anos. Ana Lídia virou nome de um parque em Brasília, e hoje, mais de 30 anos depois de sua morte, seu túmulo é um dos mais visitados na cidade.
.



Álvaro Henrique Braga Irmão de Ana Lídia, absolvido pelo crime tinha 18 anos na época do crime. Foi acusado pelo rapto da irmã porque suas características físicas batiam com a do seqüestrador. Na época, a polícia afirmou que o motivo do crime seria uma dívida de drogas e que Ana Lídia fora entregue aos seqüestradores em pagamento. Álvaro ficou preso mais de um ano e, em outubro de 1974, foi absolvido por falta de provas. Durante todo o processo, ele recebeu o apoio dos pais, que afirmavam que o rapaz estava no carro com eles no momento em que a menina fora levada. Hoje, Álvaro Henrique mora no Rio de Janeiro.
.




Raimundo Lacerda Duque Absolvido pelo crime
Era funcionário público e subordinado de Eloysa Braga, mãe de Ana Lídia. Tinha 30 anos na época e era viciado em drogas e alcoólatra. Foi acusado de ter recebido Ana Lídia das mãos de Álvaro Henrique e de a ter entregue para um grupo de traficantes. Duque chegou a fugir de Brasília quando soube que era suspeito e meses depois foi preso no Pará. Como Álvaro Henrique, Duque ficou preso até o julgamento , em outubro de 1974, e foi absolvido por falta de provas. Em 2005, Duque morreu aos 62 anos em Anápolis (GO) vítima de complicações decorrentes do alcoolismo.
.


Eduardo Eurico Rezende, o Rezendinho, filho do senador Eduardo Rezende Tinha 21 anos na época , junto com Buzaidinho, teve seu nome citado por algumas testemunhas ao longo do processo, o cerco judiciário a ambos tornava-se intransponível em 1973. No papel de testemunhas, os dois foram convidados a depor na audiência que julgava Álvaro e Duque em 1974. Buzaidinho não compareceu, sendo representado por seus advogados. Intimado a depor sobre suas ligações com o crime, Rezendinho chegou em 1974 ao Tribunal do Júri acompanhado de seu advogado, Jesse Alexandre Burns, um dos mais renomados de Vitória (ES). Como Buzaidinho, Rezendinho negou qualquer ligação com o crime e com os outros envolvidos. Na época, estava detido por acusação de uso de entorpecentes, sendo condenado a tratamento em um hospital. Nunca foi formalmente acusado do crime de Ana Lídia. Em 1990, aos 38 anos, suicidou-se com um tiro no ouvido em seu apartamento em Vitória.
.


Alfredo Buzaid Júnior, o Buzaidinho. Era filho do então Ministro da Justiça Alfredo Buzaid e foi apontado por algumas testemunhas como suspeito de envolvimento no Caso Ana Lídia. Na época ele tinha 17 anos e era conhecido como Buzaidinho. Ele nunca chegou a ser indiciado. Convocado para depor como testemunha, ele nunca compareceu ao Tribunal de Justiça de Brasília. Meses depois, Buzaidinho prestou depoimento por carta precatória em São Paulo, onde foi morar após o crime. Na ocasião, ele declarou "desconhecer todos os indiciados e só ter tomado conhecimento do crime através da imprensa". Esta foi a única declaração de Buzaid Júnior, que morreu em um acidente de automóvel em novembro de 1975, aos 19 anos, quando voltava de uma corrida automobilística. Chegou-se a suspeitar de que sua morte seria uma fraude. Mas em julho de 1986, seu corpo foi exumado e confirmou-se que ele estava morto.
.
Esses dados foram compilados do G1 de ontem.
.
No programa LINHA DIRETA, foi enfocado o caso, que apesar de bem apresentado, deixou mais questionamentos que esclarecimentos.
.
1) Vale lembrar que à época, imperava a fase mais ferrenha da ditadura militar. Estudantes, militantes contra-revolucionários eram assassinados nos porões dos cárceres e até jornalista, como o caso Herzog;
.
2) O juiz do caso Ana Lídia, Dirceu de Farias, entrevistado no programa Linha Direta, não convenceu. Justificou sua sentença absolvendo os reus, por falhas nas investigações e falta de elementos. Ora, qualquer magistrado pode solicitar da polícia novos elementos e provas. O programa anunciou que o tal meretíssimo iria estar na sala de bate-papo para outros esclarecimentos. Eu fui lá e o juiz NÃO COMPARECEU. Estranho, né?
.
3) O envolvimento de um filho de um senador e do então ministro da Justiça (que era nomeado pelos milicos), certamente foi o motivo pelo qual tal processo terminasse em pizza;
.
4) Para saber mais das falhas gritantes no processo, clique aqui:
http://www2.correioweb.com.br/cw/EDICAO_20030911/pri_cid_110903_175.htm
http://www2.correioweb.com.br/cw/EDICAO_20030911/pri_cid_110903_175.htm
,
5) Se a parcial e cagona justiça da época optou pela IMPUNIDADE, Deus não fez o mesmo, eis que puniu os envolvidos, como se pode notar acima. Falta um ainda...

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

DIA DA BANDEIRAda

Bandeira do Império Brasileiro
Bandeira Atual

Quatro dias após a proclamação da república brasileira, adotou-se uma nova bandeira. Justamente no dia 19 de novembro de 1889.
.
Talvez pela urgência de se estabelecer os ícones da República e certamente, por falta de um planejamento anterior, não houve na confecção da atual bandeira um estudo heráldico necessário e isso nunca foi corrigido. A ciência que estuda a confecção de brasões e símbolos é a HERÁLDICA, desenvolvida na Idade Média , tem normas rígidas e uma terminologia característica. Desta forma, nossa bandeira carece de todos os requisitos necessários para se justificar como uma representação efetiva da pátria. Ela é apenas uma modernização da bandeira monárquica idealizada pelo francês Jean-Baptiste Debret em 1820. O desenho do disco azul em substituição a esfera armilar da monárquica, foi executado pelas mãos do pintor Décio Vilares. Adotada oficialmente pelo decreto No. 4 de 19 de novembro de 1889 preparado por Benjamin Constant , membro do Governo Provisório da então recente República.
.
O erro maior, no entanto, encontra-se na frase ORDEM E PROGRESSO, eis que em heráldica não se admite frases em bandeiras ou qualquer outro símbolo, à exceção de brasões, onde é permitido o nome da cidade, Estado ou País e a data ou ainda, excepcionalmente, uma frase latina. (vide o brasão de S.Paulo = Non Ducor, Duco - Não sou conduzido, conduzo). Toda frase ou palavra LIMITA a idéia, restringe o TEMPO E O ESPAÇO, o que não ocorre com o SÍMBOLO que pode ser até eterno. Explico: o Brasil é uma pátria de ordem e progresso tão somente? E outras adjetivações, como CORDIALIDADE, JUSTIÇA, AMOR, HONESTIDADE, RESPEITO, ÉTICA, etc ?. Veja o caso da bandeira da PARAÍBA que leva a frase "NEGO". Essa palavra refere-se a um fato histórico de rompimento com a política que caracterizou a Primeira República, a do CAFÉ -COM-LEITE, pela qual São Paulo e Minas se revezavam no exercício da Presidência da República: João Pessoa, NEGOU o apoio da Paraíba ao candidato Júlio Prestes, (paulista), apoiando a candidatura de Getúlio Vargas, gaúcho, lançado pelo Presidente de Minas Gerais, Antônio Carlos. Fica a pergunta: o Estado da Paraíba se resume só nesse episódio? A bandeira de Minas Gerais também comete esse crasso erro, com a frase que remonta à Inconfidência Mineira (Libertas quae sera tamen - liberdade ainda que tardia). Claro que Minas Gerais é muito mais que isso. A frase prende todo simbolismo a um determinado lugar, num determinado tempo.
.
Há alguns anos passados, havia um movimento de alguns intelectuais respeitáveis, para acrescentar à frase ORDEM E PROGRESSO, a palavra AMOR Certamente esses respeitáveis não conhecem heráldica, pois além de aceitar tão grosseiro erro, ainda ratificariam acrescentando mais uma palavra.
.
O Sábio, preocupado com esses desatinos, alertou: " Ordem e Progresso", pode ser entendido também como ORDEM PARA ENTRAR NA FILA DOS SANGUESSUGAS e PROGRESSO PARA REDUÇÃO DE PENAS AOS CRIMINOSOS. ( A tal progressão de redução de penas)

quinta-feira, 15 de novembro de 2007

VOCÊ VAI VOTAR EM QUEM?

2008 - Ano Eleitoral
.
O sistema democrático, tanto liberal-capitalista, como socialista, pressupõe o poder emanado pelo povo. O direcionamento ideológico é claro e insofismável, no entanto, nas nações do planeta onde esse sistema é adotado, sofre graves distorções originariamente viciadas.
.
Troquemos em miúdos: para a plenitude da democracia há que se estabelecer uma harmonia entre governantes e governados. Teórica e legalmente, o povo delega poderes aos eleitos para que esses, o represente no legislativo e executivo (o judiciário funciona em outro sistema). Assim sendo, necessário seria que o povo fosse altamente politizado, exigindo dos seus eleitos uma postura condizente com o cargo, observando a ética e a moral. Não só votar, mas vigiar, acompanhar e exigir prestação de contas do seu eleito. Assim como um empresário faz com seu gerente.
.
Na prática, porém, não se observa tais condições: o povo vota pela mídia ou pelo seu interesse pessoal, mormente nas pequenas cidades onde a compra de votos é epidêmica. Esse mesmo povo que não tem nenhum problema em caracterizar todos os políticos como ladrões, esses mesmos que ele elegeu. O povo é um empresário que ignora sua empresa e seus funcionários durante 4 anos. Claro que o gerente vai meter a mão...

Há um ponto que confunde e justifica o eleitor, que pode ser resumido na frase: "todos políticos são desonestos e mentirosos, não há como escolher". Pior que isso é verdade, salvo raras exceções e então vamos verificar que há um erro de origem, ou seja, na formação da base política. Para ser candidato, o cidadão precisa ser filiado a um partido político, passar pelas convenções partidárias e fazer sua campanha.
Até aí tudo bem. Vamos tomar como exemplo um cidadão honesto, capaz e até idealista, que tem pretensões políticas e que certamente irá analisar suas chances nas eleições. A primeira análise é quanto ele irá gastar na campanha. Um prefeito de uma cidade pequena, por exemplo, em média terá que dispor de 2 milhões de reais, um deputado, 3 a 5 milhões e vai por aí... Depois ele comparará esses valores com o que irá perceber durante os 4 anos de mandato e verificará que seus salários não chegarão a 20% dos gastos de campanha. Ou seja, ele tem que ser desonesto, roubar, desviar, fazer maracutaias. Neste ponto ele desiste de ser candidato, abrindo sua vaga para os aventureiros e corruptos.
.
Como mudar essa realidade? A resposta está no eleitor e não nos candidatos. Se o eleitor não se deixar levar pelas ladaínhas demagógicas, não se vender e ser um cidadão politizado, abrirá espaços para os idealistas, notáveis e respeitáveis, com condições morais e éticas. O processo, no entanto, será lento, pois há que erradicar velhos costumes e clichês tão presentes ainda na população.
.
Como seria então uma campanha eleitoral? Apenas utilizando-se do programa eleitoral gratuito e distribuição de currículos dos candidatos. Não haveria expressivas despesas de campanhas e por extensão, grandes financiadores que amarram o rabo do eleito exigindo a famosa contrapartida que irá deturpar e corromper todo processo democrático.
.
O Congresso nacional debruça-se há décadas sobre uma possível REFORMA POLÍTICA. Isto é a coisa mais fácil do mundo, não obstante, é claro que os políticos no poder, não querem perder a mamata do sistema pelo qual eles foram eleitos e que marginaliza os bons. Assim há que se perpetuar a corrupção, há que permanecer abertas as portas para os aventureiros, malandros, ladrões e quetais, salvo raríssimas exceções.


O Sábio vai se candidatar na Lapônia, preterindo Passárgada onde ele é amigo do rei, mas como tal, lá é monarquia e ele não tem sangue azul, apenas lilás. Lembrou ainda das palavras do velho filósofo grego= "O mal de não gostar da política é ser governado por quem gosta"

THE NEW YORK TIMES UAI

Belo Horizonte, Brazil
Next Stop A Town Where All the World Is a Bar
BELO HORIZONTE, in the Brazilian state of Minas Gerais, has managed to become the country’s third-largest city while remaining almost completely unknown to the outside world. If tourists — more drawn to the sybaritic pleasures of Rio de Janeiro or the urban clamor of São Paulo — know it at all, it is because they may pass through it on their way to Ouro Preto and Diamantina, treating it as a little more than a refueling stop as they head toward those picturesque colonial-era mining towns.
.
Lalo de Almeida for The New York Times
Bottles of cachaça, or sugar cane liquor, line the walls at another bar.

Its international anonymity was born of no coastline and thus no beaches, no famous Carnival and thus no February madness, and no big attractions save a few buildings designed by Oscar Niemeyer that pale next to his famous works in Brasília.
But Beagá, the city’s nickname (from the pronunciation of its initials in Portuguese), does have a claim to fame: as the bar capital of
Brazil. Not bars as in slick hotel lounges or boozy meat markets, but bars as in botecos, informal sit-down spots where multiple generations socialize, drink beer and often have an informal meal. If you believe the local bluster, there are 12,000 bars in the city, more per capita than anywhere else in the country. Why, no one is completely sure, but one theory has turned into a popular saying: “Não tem mares, tem bares.” Loosely: “There are no seas, thus there are bars.”
.
And though tourist guidebooks barely make mention of them, they make for a great way for travelers to dive into the social life of a city whose metropolitan area has exploded in recent decades to over five million inhabitants. The best time to come is for the eighth annual Comida di Buteco competition in April, when some 40 of the top bars square off in categories like hygiene, beer frigidity, service and most importantly, best tira-gosto — or appetizer. Winners are decided not just by judges but by public ballot, giving Belo-Horizontinos a flimsy excuse to go out every night for a month.
.
If you miss it, don’t worry. Every night of the year seems to have something of a party feel in this off-the-radar screen hot spot. Get your feet wet at Mercearia Lili (Rua São João Evangelista, 696, Santo Antônio, 55-31-3296-1951), a regular participant in Comida di Buteco. It is one bar of many in Santo Antônio, an upscale neighborhood of steep hills that require superhuman parallel parking skills or, preferably, use of the city’s
metered taxis.
Bela, oncetava qui num feiz aparição no retrato?

sábado, 10 de novembro de 2007

HUGO CHÁVEZ - HERÓI OU VILÃO?

Hugo Chávez = metralhadora na lingua


Os holofotes da política latino-américa, antes centrados em Cuba de Fidel, atualmente focam a Venezuela de Chávez.
O polêmico presidente é convicto e não tem papas na lingua. Chama Bush de satanás e continua vendendo petróleo aos EUA, seu maior importador.
.
Hoje, na XVII Cimeira Ibero-Americana, no Chile, onde também compareceu o presidente Lula, Chávez disparou em todas as direções. Poucos sairam sem levar chumbo no seu discurso, presentes e ausentes . Chamou José Maria Asnar, ex primeiro ministro da Espanha de fascista, brincou com Lula, apelidando-o de magnata do petróleo, (querendo se referir à nova descoberta de petróleo na bacia de Santos) e o convidou em tom de galhofa, para se integrar ao grupo restrito de produtores que é a OPEP, ( a Venezuela é membro da OPEP). Lula limitou-se a gargalhar. Não satisfeito, Chávez gozou com argentinos e uruguaios, devido a questão conflitante entre ambos, motivada por uma fábrica de celulose (que o Uruguai está contruindo à beira do Prata e que a Argentina se posiciona contra, alegando poluir) e como se esperava, detonou os EUA como o país onde vigora "o fascismo dos fascismos", denunciando que os americanos estão colocando em prática "o projecto imperialista mais acabado e refinado da história" - o Acordo de Livre Comércio para as Américas. Depois em tom ameno, fez apelo aos países latinos aderirem à União ibero-americana.
.
Já na sua pátria, Hugo enfrenta manifestações, principalmente por parte de estudantes, contra uma reforma constitucional, que está tramando para se perpetuar no poder.
.
Nas décadas politizadas de 60 e 70, os estudantes do mundo ocidental, inclusive no Brasil, saiam às ruas contra o imperialismo americano e a favor do socialismo. O socialismo desintegrou-se com a dissolução da União Soviética, tendo como "the and" a queda do muro de Berlin. O neoliberalismo tomou conta do Ocidente e os EUA soltaram fogos, no entanto a ideologia , cá e acolá, resiste em bolsões pontuais, como na Venezuela, Bolívia e Cuba. O PT de Lula é socialista, no entanto, o governo arrisca pouco nesse campo, preferindo manter-se dentro de uma economia globalizada, mesmo porque está dando resultados comparativamente satisfatórios.
.
Chávez talvez seja uma farsa... ou não. Já o Sábio gosta do Huguinho porque cutuca os americanos com vara curta.

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

DIOGO MAINARD A VIÚVA DE FHC


Di ogro é uma graciiiiiiinha!
.

Hoje assisti uma entrevista de Diogo Maisnada no programa do "maria-vai-com-as-outras" Jô Soares. Fiquei decepcionado com o rapaz bonitinho e agora entendo o porquê a revista Veja tem como colunista um reacionário de direita como esse engravatadinho. Eles se merecem. Acho engraçado que esse fascista fale tão mal de Fidel Castro e Hugo Chavez, mas defenda um sujeito como Bush que pelas razões mais vis e abjetas, invade um país, mata milhares de civis inocentes, promove uma carnificina interminável, além de controlar de maneira suja, a economia do continente americano, estabelecendo barreiras comerciais aos países não simpáticos aos EUA. Mas como se trata do "tio Sam", então tudo bem. Paulo Francis era reacionário, mas pelo menos era engraçado. Mainard além de babaca, é sem graça.
.

Longe de procurar defender o governo Lula, mas por temer o poder dirigido da imprensa, a serviço de uma elite prosmíscua, que sempre se serviu do suor dos brasileiros para garantir seu caviar e champagne.
.

Minha leitura sobre essa gritaria desesperada da oposição à Lula é o seguinte:
.

1) Com as sucessivas tentativas de ganhar as eleições, o PT começou a penetrar em quase todas as camadas da população brasileira e como tal rondava um perigo no ar, assim traduzido por tal elite política e empresarial;
.

2) Os conservadores de plantão, elitistas, devem ter raciocinado da seguinte forma= "Vamos deixar o Lula ganhar uma e com o fracasso dele, nós voltaremos ao poder com toda força e iremos ao enterro do PT";
.

3) Entregaram o poder com o país em crise, inflação disparando, sucateado pelas privatizações abjetas e imorais, principalmente da Vale do Rio Doce. O cenário estava adredemente preparado para enterrar o PT.;
.

4) Com o relativo sucesso do governo Lula, (se não ideal, mas melhor que FHC), a oposição ficou desvairada e agora atira para todos os lados, usando como bucha de canhão mauricinhos, como o Diogo Mainard e outras viúvas deserdadas.
.

5) chegam agora ao disparate de temer uma mudança na Constituição para possibilitar a reeleição de presidente... No congresso nacional a oposição chega a babar metendo o pau nessa idéia que eles mesmos criaram.
.


O mauricinho DI OGRO (Diogro mesmo), está se promovendo com essa situação, onde se aproveita de todas as brechas para taxar Lula de ignorante, burro, parvo e outros quetais. Só que, se estabelecermos uma comparação entre ambos, o Lula ganha dele, em inteligência, de goleada.