quinta-feira, 6 de novembro de 2008

BARAC E A IMPRENSA BRASILEIRA BABONA

Mônica Lewinsky e Trasinky sabe como abocanhar o poder mais que o Baralho da Brama. Note a capacidade bucal da moça.

A imprensa brasileira babou nestes últimos dias com as eleições americanas. Uma cobertura digna de Olimpíadas, onde não faltou o tradicional beija-mão televisivo.
Por inúmeras vezes os correspondentes da Globo enfatizaram estar ali a cobrir as eleições que poderiam mudar a história da “maior potência do mundo” Dava para notar a baba caindo da boca dos meninos e meninas da emissora afiliada ao grupo Time Life.

A vitória de Barraca de Bhama até os fãs de Xatonzinho e Xorosó sabiam. Nenhuma surpresa. Para justificar toda aquela parafernália televisiva, o enfoque, então, foi dirigido à “importantes mudanças que haverá nos EUA”. Ledo engano!

O capitalismo se caracteriza pela menor interferência na economia pelo poder central. Assim nas nações capitalistas os governos trabalham no varejo e os grandes conglomerados econômicos e suas instituições no atacado. Até os bancos centrais, responsáveis pela política econômica e financeira são desvinculados do poder executivo.

Nos EUA ainda há outro fator importante: o congresso decide mais que o presidente da república e geralmente são escolhidos para concorrer à presidencia os mais tolos.

Então o que há pra mudar? Ah! Sim, o casamento de gays, a mudança da família do Barão Aki para a Casa Branca e o aumento de drogados e gays, insuflados pelo lema da campanha democrata: YES, WE CAN.!!!

Era um momento especial e histórico sim, se a imprensa nacional e internacional comparasse toda a euforia dos babacas eleitores americanos, com a crise que os EUA gerou no mundo, cerca de 10 trilhões de dólares.

Biau, volta logo! O povo está ansioso para te ver no BBB9, para saborear a tua filosofia BBBista !

O sábio só votaria se a Mônica fosse candidata, por ela saber como extrair tudo da presidência.

9 comentários:

Ev@ disse...

Sábio, com o seu humor, colocou as coisas nos seus devidos lugares ...hummmmmmm será ?
Eu sou uma tola, esperançosa ainda.
Com um negro presidente, acho que algo pode mudar . Acho que as mulatas agora serão mais valorizadas, do que nossas Louras Burras.
É aquela minha velha esperança, da favela se transformar, da periferia de SP (sua maioria negra), depois da eleição do Lula um Negro presidente dos EUA.
Num sei, mas algo me diz que os conceitos mudarão... tô falando babagens !!!! né ? ... mas ler vc e pretender fazer um comentário sempre fica pobre....
Beijos
Ev@

Polêmica disse...

Realmente a imprensa brasileira babou demais (rs)..a eleição do Obama criou expectativas enormes nos americanos, só que nenhum presidente pode fazer mágica, milagre. Os Estads Unidos não será Alice no país das Maravilhas, e quando a população perceber isso, a imagem do Obama pode até ficar manchada. Pode ser o presidente que for, o povo sempre vai reclamar.

Beijos

Cláudia disse...

Sei não, viu?
Este Barraca de Bhama não fez nenhum filme de mocinho e bandido, não lutou contra nenhum exterminador e nem sequer teve nenhuma participação em comerciais de TV.
Mas como dizia o poeta, "flores nascem do lodo"... Então, quem sabe?
Alea jacta est!

Senhor Sábio do Cerrado (que tudo vê, que tudo sabe) por acaso sabe por onde anda seu amigo Archie? Aquele louco anda sumidíssimo!... Diz a ele que a Cláudia (mineira, é claro!) passou por aqui. Olhou um pouco, puxou um banquinho e deixou um beijo.

Anônimo disse...

Sei não, viu?
Este Barraca de Bhama não fez nenhum filme de mocinho e bandido, não lutou contra nenhum exterminador e nem sequer teve nenhuma participação em comerciais de TV.
Mas como dizia o poeta, "flores nascem do lodo"... Então, quem sabe?
Alea jacta est!

Senhor Sábio do Cerrado (que tudo vê, que tudo sabe) por acaso sabe por onde anda seu amigo Archie? Aquele louco anda sumidíssimo!... Diz a ele que a Cláudia (mineira, é claro!) passou por aqui. Olhou um pouco, puxou um banquinho e deixou um beijo.

Vanda disse...

Ola Professor ...muda de assunto vai.
Não tem nenhuma piadinha não pra contar fora essas é?? rss
Chega de política...quero é mais ser feliz ...assim não da.
Vou pra`´Aguas de Lindóia kkkk
Abraços

Anônimo disse...

Querido Sábio
Acho que vivemos, sim, um momento hitórico... foi bonito ver ...
Um negro na presidência dos Estados Unidos é uma vitória especial, num país extremamente xenofóbico.
Mas, concordo com o sua análise ... o poder na América e em todo mundo capitalista está no " Capital" .... e este, está nas mãos de alguns grupos que comandam e continuarão a comandar economia,a política e o destino das pessoas.
Apesar do " Barraca da Brama" ter o apoio da mídia ameriana e mundial ( por enquanto ) e a maioria no Senado , não adianta pensar que ele fará grandes mudanças ... vai dançar conforme a música que os donos do dinheiro tocarem.
Então ficamos assim: É uma grande mudança , que não muda.

Beijo da vitória pra vc !!!

Bela
( Mônica Lewinsky !!! Aquela americana gorducha !!! Ah...não Sábio !!! Pode ter certeza que a brasileira tem mais " capacidade" que ela... pelo menos a mineira tem ...kkkkk ...)

Ev@ disse...

Sábio, vc num foi mais ver meu blog ... nem as minhas amigas daqui ... to carente ... agora sua seguidora ... viu q bonitinha fiquei... Wanda e Bela .. num foram + me visitar ..
Saudade de um Sábio, q nem ligou, quando me tornei seguidora, pôoo mas dá um trabalho ... como se eu já não fosse ha vários anos.
Sábio, vc e esse cara q fica ai do seu lado são 2 feiosos.
Bonito aki só suas leitoras ...
Bjos
Ev@
http://evateixeira.blogspot.com/
morrendo de saudade ....

Ev@ disse...

Sábio, o senhor está no meu blog.
Da maneira q imAgino o senhor.
Bjos
http://evateixeira.blogspot.com/

Ingrid disse...

Olá! Primeiramente gostaria de dizer que respeito a opinião de todos, mas não posso deixar de registrar o meu protesto em relação ao que considero preconceito as louras. Oh Archie! Um homem tão inteligente como você não pode se deixar influenciar por esse tipo de piadinha de mal gosto, pois as pessoas denominadas "normais" não são mais, nem menos inteligentes em razão de raça ou sexo, mas devido a questões sociais, como o difícil acesso ao conhecimento, o qual desenvolve a nossa capacidade intelectual.
Quanto ao novo Presidente dos EUA, quem é? O que sabemos sobre ele? Acredito que quase nada, somente que ele é negro. E daí, mesmo com todo histórico racista dos americanos, isso para mim pouco importa, o que vale é saber sobre o seu caráter, sua personalidade e ideais. Depositar as nossas esperanças em um desconhecido, só por causa do sensacionalismo? Prefiro esperar pra ver. Bjão a todos e um especial ao barbudinho, dono deste blog.