quinta-feira, 19 de novembro de 2009

APAGÃO DA OPOSIÇÃO


Os índices de desenvolvimento do Brasil nos últimos 5 anos, a política de inclusão social adotada no Governo Lula, a forma blindada com que o nosso país passou pela crise mundial a dar exemplo de solidez e responsabilidade econômica, o crescimento de mais de um milhão de empregos justamente num cenário mundial adverso e ainda a colocação do presidente Lula como o 33ª personalidade mais influente no mundo, segundo a revista americana Forbes, estão a provocar um verdadeiro apagão na oposição (leia-se DEM e PSDB), que aspiram vencer as eleições presidenciais no próximo ano.

Veio então um acidente na distribuição da energia elétrica. O corte foi parcial e como todo mecanismo inventado e comandado pela mão do homem pode sofrer alguma pane em determinado tempo. Muito diferente do apagão verificado no governo do tucano FHC . Este sim foi por insuficiência de energia e falta de planejamento.

Mas a oposição joga com a falta de memória dos brasileiros. Assim sendo as tribunas do Congresso Nacional foram ocupadas pelos opositores de plantão, principalmente no Senado. Fizeram do acidente um desastre escatológico, com direito a convocar o ministro das Minas e Energia, e pasmem: a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, para “dar explicações no Senado”

Claro que a candidatura de Dilma apoiada por Lula pesa e incomoda. Fazem correr na internet e-mails, utilizando-se da inocência e puerilidade de pessoas que não tem consciência política, onde a ministra aparece como uma terrorista.

Quem vivenciou a famigerada ditadura militar bem sabe da importância dos contra-revolucionários, do heroísmo desses abnegados que nos legaram a volta à democracia e à liberdade.

Dilma foi uma heroína. Arriscou a sua vida em nome de um ideal. Isso ninguém pode contestar e a história há de fazer jus a todos esses brasileiros, a todos esses Dom Quixotes que salvaram a dignidade nacional.

Quanto ao passado desses pueris ou pseudos moralistas da atualidade que ficam a repassar essas mensagens encomendadas, eu não sei opinar, mas quanto ao seu futuro posso afirmar que não será mais de grilhões nem de baionetas, graças às Dilmas da vida.

O Sábio que está acostumado com o apagão em sua caverna comentou que os neurônios dos políticos da oposição não acedem nem uma lamparina.

8 comentários:

Bia disse...

passei correndo pra deixar um oi e dizer que continua o melhor crítico que eu conheço
abraços

Bia disse...

passei correndo pra deixar um oi e dizer que continua o melhor crítico que eu conheço
abraços

Vanda disse...

Sábio o senhor viveu a Ditadura mais intensamente que eu e concordo quando diz que se 'ESPERA'que a justiça se faça àqueles que lutaram pela nossa Democracia..mas aqui entre nós heimmmmmmm muitos lutaram não por ideologia e visando o bem do povo ...mas visando no futuro o bem deles próprios
Já tenho ditoooooo
Abraços

Anônimo disse...

Querido Sábio

Gostei !!!

Falou e disse ...( como falava na minha época)...kkkkk

Estes senadores não aprendem...

Da última vez que a Dilma foi ao senado dar Explicações sobre um tal Dossie que não existiu ... ela deu um "cala-boca" no senador Agripino Maia (DEM-RN) que falou sobre a capacidade de a ex-guerrilheira mentir "até no pau-de-arara":

" O que aconteceu ao longo dos anos 70, não é ditadura policialesca, mas a impossibilidade de se dizer a verdade em qualquer circunstância. O direito a livre expressão estava enterrado. Não se dialoga com o pau-de-arara, o choque elétrico e a morte. É isso que é importante hoje na democracia brasileira. Qualquer comparação entre ditadura e democracia, só pode partir de quem não dá valor à democracia brasileira - afirmou a ministra, olhando para o senador Maia.

Ela acrescentou que ela e Agripino Maia viviam momentos de vida muito diferentes nos Anos de Chumbo. Ela lutava pela liberdade.

- Isso integra a minha biografia da qual eu tenho orgulho. Me orgulho de ter mentido, mentir na tortura não é fácil. Diante da tortura, quem tem dignidade fala mentira. Agüentar tortura é dificílimo. Todos nos somos muito frágeis, somos humanos, temos dor, a sedução, a tentação de falar o que ocorreu. A dor é insuportável o senhor não imagina o quanto. Me orgulho de ter mentido porque salvei companheiros da mesma tortura e da morte - afirmou a ministra, sob os aplausos dos senadores."



O pior " apagão " foi o visto no RODOANEL em SP, ou seja a queda de um viaduto ... que nenhum deputado, senador ou a imprensa comentou .... vc já tentou colocar no "Google Imagens" qualquer verbete relacionado com rodoanel, viaduto, desabamento , etc, ... não aparece nada , nem uma imagem...tá igual a ditadura em SP.

Tô cum saudade!!!

Beijo

Bela

vanda disse...

Ola minha amiga Bela saudadona ...sempre colocando tão bem seus comentários......só que hoje vou contraria-la rsss entre no oglobo.globo.com.br; www.piniweb.com.br ; g1.com ,vc poderá ver reportagens sobre a queda das vigas do Rodoanel....
Foi bem explorado esse assunto sim..
Beijão

nela disse...

Passei, para agradecer a visita.....
e dizer k adorei este seu espaço.
Este mundo precisa de gente 100 papas na lingua e mordaças na boca
1 Abração

Colagem Com @rte disse...

Vim até aqui a procura de um esclarecimento. Quem é noreply@blogger.com tentei acessar mas não consegui.
Gostei da postagem
Dna Solange

Colagem Com @rte disse...

O senhor invadiu meu BLOG, com
noreply@blogger.com, pedi uma informação,que não custava o senhor responder.
De qualquer maneira, descobri o que é//// quando tomei conhecimento voltei a acompanhar seu BLOG/// afinal o que me passou
me deixou contente, feliz.
Agradecida/// embora não tenha atendido meu pedido/// achei que deveria vir aqui.
Esclarecido
Dna Solange
entendi também o seu email, o senhor deve ter usado meu blog
para entrar no noreply@blogger.com
Não fiz o mesmo
Dna Solange