sexta-feira, 7 de março de 2008

CÉLULA-TRONCO E CÉLULA-BRONCO


A Idade Média é aqui. Por mais de mil anos, a humanidade foi submetida à ignorância religiosa, que só veio a ser rompida com o movimento renascentista dos sécs. XV e XVI. Durante os chamados Séculos das Trevas, imperou o fanatismo religioso que proibiu qualquer conhecimento já conquistado pela humanidade nos impérios egípcio, romano e principalmente o grego. A ciência foi considerada coisa do capeta. Criou-se o Tribunal da Santa Inquisição para punir inocentes, intelectuais, artistas e cientistas, cujas penas iam desde a tortura até a morte em fogueira.
A legislação brasileira contemplou a pesquisa da célula-tronco e um bronco ex-procurador da República entrou no Supremo Tribunal para invalidar a lei. Na sua sombra estão as religiões retrógradas.
Na verdade, o planeta não suporta mais tais hipocrisias e dogmas religiosos sem fundamento. O Supremo Tribunal, certamente vai ratificar a lei em vigor, que está a permitir um enorme passo no campo da medicina, capaz de resolver problemas de milhões de pessoas portadoras de doenças, que atualmente ainda não encontram cura. Os que possuem no seu cérebro célula-bronco vão chiar. Bem feito !!!

Um comentário:

Elen Viana disse...

TE ADMIRO MUITO COMO PROFISSIONAL, SUAS MATÉRIAS SÃO DE PRIMEIRA MÃO, E OS COMENTÁRIOS DIGNOS DE 0PINIÕES, DEBATES E CRÍTICAS CONSTRUTIVAS, CLARO!
SOBRE AS CÉLULAS TRONCO MUITO TEMOS A DIZER.SOMENTE QUEM ESTA CEGO, SURDO E MUDO DE INTELIGÊNCIA E AMOR PARA DISCORDAR DAS PESQUISAS.
ENTENDO PERFEITAMENTE QUE PARA CONCORDAR COM A GENÉTICA O "CABRA "PRECISA TER UM CERTO CONHECIMENTO DO QUE VEM A SER UM EMBRIÃO, UM ÓVULO, UM ESPERMATOZÓIDE....ALGUMAS PESSOAS SÓ CONHECEM ESPERMA PORQUE ESTÃO SEMPRE COM UMA REVISTINHA PORNÔ NO BANHEIRO DOS FUNDOS...RS SERÁ QUE É O CASO DE QUEM VOTOU CONTRA???????