domingo, 1 de junho de 2008

GAROTINHO, O LITTLE BOY, NA FEBEM


Após um ano de investigação a polícia federal prendeu e denunciou todo antigo staf dos Governos Garotinho e Rosinha. Formação de quadrilha, achaques, jogo ilícito, lavagem de dinheiro e outros quetais. Ele já fez greve de fome por se sentir (ou passar por) injustiçado quando cassaram os seus direitos políticos, ocasião que os brasileiros torceram para que ele morresse de inanição. Agora as acusações são mais contundentes. Ele passa a formar, juntamente com Edir Macedo e sua gang, além de outros pseudos evangelistas tal como o casal que foi em cana nos EUA, uma corja de exploradores do sentimento religioso piegas do povo brasileiro. E pode observar, haverá milhares de crentes jurando a inocência desses fajutos.
O deputado e ex-chefe da Polícia Civil, Álvaro Lins, foi preso em flagrante no Rio na operação Segurança Pública S/A. Mais 15 pessoas foram denunciadas..
Durante o "governo" de Rosinha, Garotinho foi nomeado Secretário de Segurança, o cargo mais cobiçado no poder publico pelo alto salário e carga horária de 2 horas por mês. Após não fazer nada por vários anos, foi substituido garanhão Álvaro Lins que passou a servir a Rosinha bater o ponto na hora do chá da tarde também.
Vai ter crente fazendo “vaquinha” pro little boy pagar advogados.e champagne Moet Chandon
O Rio de Janeiro tem esse folclore. Quanto mais pitoresco é o político, melhor chance tem de se eleger. Já elegeram um hipopótomo para vereador em São Paulo, na década de 50, o Cacareco. Já Garotinho é o pinguim bíblico mais bem sucedido.

3 comentários:

requeri disse...

meu mo, cacareco era cacareco ... outra estírpe. aliás, era uma fêmea batizada erroneamente com nome de macho. entre ele e o paquiderme do seu texto, não posso dizer que prefiro o animal porque ambos correspondem à mesma classificação. a diferença reside em um fato histórico. ele conta que, naquela época, o cargo de vereador era visto com melhores olhos do que é hj, não era remunerado e o cara se candidatava pelo simples interesse em querer prestar ajuda à comunidade.
né não terto??? tô certa???
então, é isso, havia um cargo político que merecia respeito na época do cacareco. e hoje???

pronto!!!

esse garotinho é pé de chulé e um chulé bem fedorento que exala pelos cantos, não é de hoje. ele nunca me enganou com aquela carinha, aquela mulherzinha, aquele bando de filho adotado sabe-se lá com que finalidade.
semelhança pode haver, realmente, do pirralho carioca com os aproveitadores evangélicos, todos, sem exceção.
em verdade lhe digo, se as coisas não mudarem, um dia todos os brasileiros vão ter perto de si, na sua família ou na sua roda de amigos, um traste bandeado pro lado desses caras que usam a bíblia como desodorante, sempre debaixo do braço.
por exemplo, eu já fui premiada e vc sabe da história, já te contei, sobre a minha amiga, casada com um suiço, família ótima que, um dia, sem mais aquelas descambou pros arredores da igreja dos dois falsários presos em miami e ninguém consegue dissuadi-la da idéia de que eles são corretos, beneméritos, benevolentes, benfazejos, benfeitores, benígnos, benquistos ...
outro dia eu disse pra ela, com todas as letras ... bem-feito procê!!! quero estar por perto quando o tombo for seu ... aí vou dizer, de novo ... bem-feito!!!
eu avisei.
ô raça!!!

Meyviu disse...

Essa exploração do sentimento religioso é algo como um neo-coronelismo, a m.... é a mesma, o que muda são as moscas.

requeri disse...

e não é que a globo rodou, rodou feito mosquinha no queijo, me cercou, durante todos esses anos e, por fim, acabou descobrindo meu segredo e colocou numa novela?!?!?!? quer pior que isso???

fazer o quê??? nada é tão secreto.

esqueci de te dizer sobre um contador. na próxima me pergunta pra eu lembrar ... rsrs ... se vc lembrar.

bj bj bj bj. rê.