quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

LIBERALISMO - Capitalismo

Adam Smith - o "Pai da Economia Moderna"
Como anunciei, passo a fazer breve comentário sobre as ideologias que ainda carecem de uma compreensão mais didática, simples e que ainda influenciam as nações.

O LIBERALISMO é a ideologia do capitalismo, nascida do movimento Iluminista que entre outras abrangências, foi a base da Revolução Francesa que mudou a cara do mundo. Em outras palavras: foi a derrubada dos antigos regimes absolutistas (reis) e a ascensão ao poder político e econômico da burguesia, que à época eram os comerciantes. A palavra burguesia tem sua origem no alemão Burgo, cidade, ou seja, o habitante da cidade, visto que naqueles tempos 90% da população vivia no campo.
A premissa do capitalismo é a economia livre, desvinculada totalmente do Estado. Baseia-se na economia de mercados, ou seja, na livre concorrência, na lei da oferta e da procura. A iniciativa privada no comando do sistema econômico-financeiro.
Os precursores do liberalismo em sua maioria tinham uma noção humanista. Visavam o bem estar da sociedade pelo crescimento da produção, preços das mercadorias mais baixos e assalariados bem mais remunerados.

Vantagens do Capitalismo: Pela livre concorrência os preços de mercado tendem a cair além de provocar o aperfeiçoamento dos produtos, também como fator de concorrência. Em resumo: se um produto tem o preço mais baixo e de melhor qualidade terá sucesso. Outro fator é o incentivo às pesquisas para inovações e aperfeiçoamentos da produção. (Vide o caso dos celulares, por exemplo). Isto vai provocar também uma evolução na área da educação, principalmente nas universidades. Em termos econômicos, o capitalismo provoca a acumulação de capital que vai resultar em reservas governamentais, como é o caso da poupança, para dar um só exemplo. O Capitalismo se sustenta pela acumulação.

Desvantagens: O principal ponto negativo do capitalismo é justamente, a tal ACUMULAÇÃO, por mais paradoxal que pareça. Na prática, a competição de mercado, aliada aos interesses privados de grupos ou pessoas, provoca a má distribuição de renda. Ou seja: o rico tem condições de acumular. Ocorre a concentração de renda. Levando-se em conta que o dinheiro não nasce das árvores, é fácil entender que enquanto uns poucos acumulam a grande maioria se descapitaliza.
Essa riqueza nas poucas mãos dos que detém os meios de produção, gera uma espécie de poder paralelo aos governos instituídos, eis que o sistema econômico e financeiro das nações ficam em poder da iniciativa privada, que além disso, influi nas eleições, na condução dos cargos políticos, resultando então o domínio do poder político. Em resumo é a PLUTOCRACIA que nada tem a ver com o Pluto do Disney e sim com um sistema de governo exercido pelo grupo mais rico.
O poderio econômico, resultante do domínio dos mercados gera a face mais perversa do capitalismo, que é a manipulação dos meios de comunicação. Ou são seus proprietários ou fortíssimos patrocinadores. Através da mídia, forma-se opiniões, influencia-se o sistema educacional, a cultura e eleições políticas.

Levando-se em conta que tudo que é comercializado ou fabricado é fruto da PRODUÇÂO e que ela só existe por dois fatores: capital e trabalho, como fica este último? É isto que veremos no próximo capitulo.

24 comentários:

Bela disse...

Querido Sábio

Tô adorando

Esta Acumulação é gerada pela tal da " mais valia" tão condenada por Marx?
Na sociedade Capitalista, a divisão social determina a apropriação dos meios de produção por um grupo de pessoas ricas(burgueses) e outro grupo possuindo apenas a capacidade de trabalho (proletários)que são, portanto, obrigados a trabalhar para os primeiros, que determinam o que deve ser produzido de acordo com interesse financeiros .... e acabam explorados...
Numa sociedade socialista o indivíduo seria remunerado de acordo com o trabalho realizado ... este seria o peso que regularia a produçaõ .. e não a necessidade ou interesses finaceiros ... certo?

Estou aguardando a próxima aula...

Beijo

Bela

Anônimo disse...

percebo que voce tem uma plateia presente pequena porem fiel e sempre feminina.Elas devem praticar uma concorrencia acirrada.Risos.Deu para notar.Eu creio que voce seja um daqueles socialistas que mesmo nao praticando,pregou tantas vezes a teoria socialista que acabou acreditando ser um socialista de verdade.Ja li sobre esse sintoma.Interessante encontrar um especime por perto.Creio tambem que o socialista valoriza unicamente o uso retorico da verdade acreditando piamente que as verdades são apenas convençoes coletivas,cabendo a ele moldar a coletividade,para a satisfacao de suas ideologias.E ele acredita que vai conseguir transformar a realidade,alem de tentar cria-la mentalmente.Em seu discurso ele reduz toda dimensao logica a esquemas de grupo e de classes. uma amolacao.Apesar de tudo achei seu bloguezinho bem interessante.
Desculpe-me a falta de acentuacao. A culpa e do teclado e do micro.

Anônimo disse...

Meu nome é Manoela Dias. Não soube como assinar a mensagem.

Archimedes Carpentieri disse...

Bela

É bom que vc complementa minhas escrivinhações...rs
O problema aqui é fazer os artigos bem reduzidos e muitas das vezes omitir detalhes importantes. Aí entra vc...rs

Archimedes Carpentieri disse...

Manoela

Não é bem assim, vez em quando entra um representante do sexo macacal comentando. Os homens são todos complexados bipolarmente,(inferioridade ou superioridade). Imagino que qdo entra nesse espaço de doidos, fica inibido ante as opiniões femininas rsss.

Mas vamos ao assunto. Vc crê que eu sou um socialista que nunca praticou. Claro.Vivemos num país capitalista = Em Roma como os romanos, em Minas como as mineiras.
Nem uma verdade é absoluta, visto que vivemos num universo relativo. O socialista segundo tua concepção é uma espécime que acredita ser socialista mesmo não sendo.Ocorre que nem todos socialistas tem grana para morar em um pais socialista, ou mesmo pq nenhum deles é realmente socialista.
Contou quantos socialistas eu escrevinhei?
Os socialistas, são de fato utópicos. A utopia é própria de idealistas. Os que só usufruem das benesses de um sistema, não precisam de utopias nem de idealismo, constituem numa bela bazófia humana.Viva, pois o país dos sonhos de uma noite de verão faz parte dos sonhos de sonhadores...
Obrigado por considerar meu "bloguesinho" "bem interessante
Quem sabe se nesse estado interessante não se engravida e pode gerar outros interessantezinhos?
Gostei muito de seu comentário. O que vc escreveu não deixa de ser verdade, mesmo que relativa, como todas de todos, todamente ...toldadas.

Bem vinda ao grupo

Archimedes Carpentieri disse...

Manoela

Não é bem assim, vez em quando entra um representante do sexo macacal comentando. Os homens são todos complexados bipolarmente,(inferioridade ou superioridade). Imagino que qdo entra nesse espaço de doidos, fica inibido ante as opiniões femininas rsss.

Mas vamos ao assunto. Vc crê que eu sou um socialista que nunca praticou. Claro.Vivemos num país capitalista = Em Roma como os romanos, em Minas como as mineiras.
Nem uma verdade é absoluta, visto que vivemos num universo relativo. O socialista segundo tua concepção é uma espécime que acredita ser socialista mesmo não sendo.Ocorre que nem todos socialistas tem grana para morar em um pais socialista, ou mesmo pq nenhum deles é realmente socialista.
Contou quantos socialistas eu escrevinhei?
Os socialistas, são de fato utópicos. A utopia é própria de idealistas. Os que só usufruem das benesses de um sistema, não precisam de utopias nem de idealismo, constituem numa bela bazófia humana.Viva pois, o país dos sonhos de uma noite de verão.

Obrigado por considerar meu "bloguesinho" "bem interessante
Quem sabe se nesse estado interessante não se engravida e pode gerar outros interessantezinhos?

Gostei muito de seu comentário. O que vc escreveu não deixa de ser verdade, mesmo que relativa, como todas tantas que assim se nomeiam.

Bem vinda ao grupo

(qdo postar como anônima, coloque teu nome no texto)
Archie.

Clar@ disse...

Bom dia Archie, li seu artigo, gostei muito, leitura fácil, dessa aula entendi tudo, ou quase tudo ... de 1 a 10 ... acho que 6 tá de bom tamanho ... pode até aumentar um ponto ... com esse novo "artigo" aqui nesse espaço ...
Sábio, não fique ciumento, não esqueci de você .... hoje os beijos são todos seus ....
Clar@

Anônimo disse...

Archimedes,ideologia nao enche barriga e estamos em tempos da fome que necessita solucao para ontem.So para dar um exemplo relacionado com o brasil,voce conhece a letra do cazuza?Verdade que ele escreveu muito doente mas serve para encaixar em qualquer situacao.Ele diz que seus herois morreram de overdose,eu digo que se revelaram usurpadores da nossa confianca o que pra mim e morrer.Meus inimigos estao no poder.Quero dizer que aqueles nos quais o povo brasileiro acreditava e que deveriam cuidar para que o povo crescesse e,falando do que vc diz no seu blog,no futuro tivesse condicao de saber como sustentar um sistema como o socialismo,estao preocupados com coisas que nao dizem respeito a isso,seus bolsos.Socialismo e um sistema que pede a adesao global e exige maturidade total dos povos.Portanto sustentar essa ideologia nao significa nada se nao houver aprendizado.O povo deve ter acima de tudo educacao para ter saude,não passar fome etc.Muitos paises sao absolutamente carentes disso,como o nosso.Nao acredito naquele que senta e disserta sobre coisas que ele nao tem como colocar em pratica já que quem poderia fazer o povo crescer,nao esta preocupado com isso.Os tempos clamam por resultados praticos e imediatos.Utopia nao se encaixa nessa premissa.Muito bonito e facil e comodo conhecer tudo sobre socialismo,capitalismo e fazer sucesso com isso mas o povo antes de ser beneficiado com esse sistema talvez ideal precisa passar por muitos processos.Filosofar e preciso.Faz bem para o ego e para a alma.Mas a barriga continua vazia.Forçar isso seria como colocar os bois empurrando uma carroça,eles nem saberiam como fazer.Quem não tem educacao nao tem entendimento,tem barriga vazia e nao consegue pensar em outra coisa senao em enche-la.Sem contar que pelo que notei em suas palavras voce defende a atuacao do Presidente da Venezuela.Nao acredito que ele tenha na cabeça contribuir para que o socialismo verdadeiro ocorra no futuro.Ele encontrou um ambiente oportuno para agir em nome de seus interesses,como outros.Voce deve descender de italianos e conhecer uma frase que eu ouvia de um ex-marido italiano certamente sua melhor atuação no casamento.Perdoe o péssimo italiano-chiachere,tabachero e lenha,o banco de Napoli nao empenha.Nesse caso quer dizer mais ou menos que conversa nao enche barriga ou em latim actio non verbis.Espero nao ter sido redundante e.ou inelegivel, com minhas ideias e na grafia.Risos.Obrigada pela atencao.
Manoela Dias.

requeri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Manoela
Vc tem toda razão só que confunde início-meio e fim.
Todo projeto colocado em ação deriva, invariavelmente, de um pensamento.
Só uma "coisinha" = a China saiu da miséria secular adotando o socialismo, mesmo que ainda longe dos ideais democráticos que a ideologia impõem. É a segunda potência mundial e talvez deixe os EUA em poucos anos.

Em tempo: um dos princípios básicos do socialismo é justamente investimetos na educaçao. Não fosse, onde estaria a tal "sociedade igualitária"? Nos países capitalistas, a preocupação é educar os privilegiados no sentido de dar continuidade a uma elite financeira.

Em suma: antes do concreto está a idéia.

Archie

Anônimo disse...

Corrigindo

"É a segunda potência mundial e talvez deixe os EUA para trás em poucos anos.

archie

Anônimo disse...

Sei muito bem que um projeto tem que ser estudado e parlamentado.Você está tentando me emburrecer?
Sobre a China,não há nenhuma dúvida,só que utilizando mão de obra escrava.
A China,misturou as duas coisas. não vive o socialismo puro.Com isso vc tem que concordar.Portanto,não considero válido seu exemplo.Não sei se isso é o ideal para vencer mas ela está aí nos proporcionando grandes benefícios consumistas, burgueses e de qualidade, por um valor bem abaixo do normal do mercado.Risos.Por lá o capitalismo movimenta o dinheiro e o socialismo controla esse movimento.estou errada?repito e pergunto:não há socialismo puro na china. ou vc não concorda??? e se vc quer saber podemos até sonhar com uma revolução(tem coisa mais fascinante na política internacional do que uma revolução na china?Risos), não nos moldes da de 1917 mas um pouco parecida como o ensaio de 1905,talvez.A classe operária é forte por lá e está sendo oprimida.portanto, a china nao e um bom exemplo.So (so??? estarei exagerando)no Brasil o povo ainda não aprendeu que pra chegar a algum lugar precisa lutar, gritar, bradar.Pq? porque não nos deram essa chance, a de receber uma educação decente.a nossa sempre foi mentirosa e ainda foi entrecortada pela censura da ditadura. Isso deixou o povo alienado. Mas tb não precisamos exagerar a ponto de deixar um chávez ser nosso porta voz estrategista. Vamos arrumar a nossa casa, antes de pensar em adotar um regime tão complexo.Pensando bem precisamos de "casa".O povo brasileiro nem "casa" tem.
Sofremos de um mal que pode ter recuperação, mas demanda tempo:falta de educação.O povo tendo educação disponível e decente vem o resto.como já concordamos lá.Uma coisa puxa a outra.É isso.

Anônimo disse...

Manoela

1)Segundo vc, "ideologia não enche a barriga" - vamos então promover o analfabetismo, principalmente o político;

2) A China começou a revolução cultural em 1949 na gestão bem SOCIALISTA de Mao T.Tung e os frutos estão colhendo agora;

3) Países tidos como livres e democráticos historicamente capitalistas, tal como a maioria do chamado Terceiro Mundo, ou mesmo em desenvolvimento como o Brasil, não conseguiram despertar para a realidade de que é através da educação, do investimento no ser humano que uma nação se desenvolve. Nem copiar de outros países que deram resultados são capazes, tal os países asiáticos. Não são capazes ou os patrões capitalistas não permitem. A imprensa a serviço deste deserviço está na linha de frente;

4) A revolução comunista de 1917 ocorreu na Rússia, um país então despreparado, totalmente agrícola na época. Os ideólogos do socialistas almejavam tais revoluções em países já industrializados. Não serve de referência, não obstante, a Rússia ainda é uma potência mundial;

5) A China está cumprindo a profecia de Marx e Engels, justamente quando afirmaram que o germe da destruição do capitalismo estã dentro dele mesmo.
Utiliza-de de uma produção socializada com baixíssimos custos e comercia os produtos no sistema capitalista, de livre comércio,ou seja, seus produtos são mais competitivos.
Já é a segunda economia do mundo e quiça, em uma ou duas décadas será a primeira.
O mundo vai amarelar. Esta visão, pouco importa se utópica, eu a tenho há mais de 20 anos.

A grande utopia, no entando é a formação de um bloco composto pela China, India e Brasil. Países de grande população, vastos territórios e gente sofrida. (à exceção de uma minoria que lê "Veja" "Folha de SP" e aplaude seus bonecos articulistas,fabricados no ar condicionado, alimentados desde a mamadeira com Coca Cola e chupeta de chicletes ...rss

Anônimo disse...

anonimo, não é meu hábito responder a quem não se identifica. no entanto,vc teve a delicadeza,ao menos,de dirigir-se a mim na condição de alguém com dificuldade na compreensão das entrelinhas. por isso obrigo-me a esclarecer que conheço datas e locais das revoluções russa(domingo vermelho, hj em dia não mais vista como preparação para 17))05; russa, 17 ; chinesa, 49.apenas abreviei o raciocínio e usei o recurso da comparação. pena que vc não tenha percebido a subtileza.o resto está dito.manoela.

Ev@ disse...

Sábio, as aulas estão palpitantes.
Aprendo com o artigo e com os comentários .
Estranhamente, a Manoela está me lembrando uma outra pessoa que frequentava esse espaço. Não lembro do nome . Assim, em vez de comentários, ganhamos, ´"artigos" diversos . Pode ser sonho, utopia, ou lá o que seja, mas o Brasil ainda será um país mais justo, sem fome, e todos com direito a uma COCA-COLA rsrsrsrsr.
Ev@

requeri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bela disse...

Estou lendo os comentários ...
É mesmo um fato que me intriga...
Socialismo, pior ainda,"ser socialista" ... parece que é palavrão ... psiu !! fale baixo!!!
Mas ... ao memso tempo, sempre que se quer elogiar alguem importante é comum falar : " é um capitalista bem sucedido, gerando emprego para centenas de pessoas ... bla,bla,bla..."
Acho que esta é uma das piores cicatrizes que a diatura deixou, decorrentes das mais diversas feridas que provocou na sociedade.
Agora é a vez da Social Democracia .. está na moda... e seus ídolos em nosso país( será que merecem este nome?) são figuras simplesmente lamentáveis ..
Beijin
Bela

Clara disse...

Andando por ai ... passeando, parando, lendo o que me agrada, não só por distração... mas um aprendizado gostoso e fácil, atual ...
Assim coisa q ultimamente só lia o jornal o Globo ... peguei 2 nºs da revista CAROS AMIGOS... Sábio, imagine as entrevistas ... Luiz Fernando Verissimo - Paulo Henrique Amorim ... do Paulo consegui o blog ...http://conversa-afiada.ig.com.br/... Desculpa, mudar de assunto ... mas meu sábio,estou tão empolgada ..q vim "dedurar" aqui .. meu canto, meus amores ...
Enquanto espero a 3ª aula....
beijos para os dois
Clar@

Anônimo disse...

RECADINHOS S.CERRÁTICOS

BELA
fica fria, todo mineiro é socialista, basta abundar pão e queijo na merenda lá pelas 4h da tardinha.

REQUERI
Obrigado, realmente a contagem havia tomado doril. Só permaneceu aquela de MG.

CLARA
legal diversificar informações. Eu ja tenho o link do Paulo Amor-in
há muito tempo aqui no blog. Ucê que não viu rs

Clar@ disse...

Acheiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
o blog do Amorim aqui ........
rodei o blog todo, mas achei ....
que boba, podia ter procurado aqui antes .... e já teria conhecido o CONVERSA FIADA ... vivendo e aprendendo ... ou desaprendendo...to q nem caranguejo andando para trás ... e vc não é das pessoas q animam muito ..... pôoooo achei q tinha falado uma "grande coisa"..... mas tbm no meio de intelectuais ... a gente tem mais é q aprender ... eu acho q estou aprendendo devagar ...de 0 a 10 ... já tive um 6 ,,, mas ainda chego a 10 ... quem viver verá ...
beijos
Clar@

requeri disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vanda disse...

Ola Sábio...boa noite.
Acabo de chegar em casa e respirar esse ar maravilhoso da minha terra natal...fim de férias ...snifff.E como nunca deixo de olhar seu espaço gostaria que vc desse um exemplo de como poderímos fazer com que o povo menos previligiado de cultura e consciência política veja que tudo que compra...consume esta embutido impostos e que deveria ter mais cuidado aos gastos do seu dia-a-dia . Não sei se consegui me expressar.Abraços

Anônimo disse...

Vanda
Os romanos diziam = "de gostibus et coloribus non est disputantum" - ou seja, gosto e cor não se discute. Eu digo= "De gastancias et impostibus non est disputantum nem desbundantium"

É um dos fatores de sucesso do capitalismo o consumismo. E pode ser sua fatalidade. Vide o problema atual. Um excesso de "consumo" de aquisição de imóveis no EUA, está provocando crise em vários paises do mundo. Bolsas de valores caindo, etc....
Esse sucesso através do consumismo é gerado pela inconsciência política do povo, mas que muito beneficia a burguesia industrial, comercial e financeira. Será que eles vão querer mudar isso?

Sarcástico do Cerrado

Vanda disse...

Obrigada Sábio...era o que eu imaginava...nada de se descutir politica então...tudo vai continuar como é ...rss beijos e obrigada pela sua atenção.
Ah! gostei do Sarcástico do Serrado.